A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

20/01/2011 17:01

Mensalidades escolares subiram quase 30% em Campo Grande, diz Procon

Jorge Almoas
 Mensalidades escolares subiram quase 30% em Campo Grande, diz Procon

A pesquisa do Procon sobre as mensalidades escolares em Campo Grande mostra que os preços subiram quase 5 vezes acima da inflação anual, com diferenças entre as escolas superiores a 200% em quase todos os níveis de escolaridade (infantil, fundamental e médio). O levantamento foi divulgado nessa quinta-feira.

Em comparação entre 2010 e 2011, os valores do Ensino Fundamental Matutino subiram 29,52%. No Ensino Fundamental Vespertino o reajuste foi de 29,20%, no

Fundamental - 29,36%, no Infantil Matutino chegou a 26,47% em média, no Infantil Vespertino a 26,47%. No Ensino Médio houve a menor variação entre o ano passado e este, 10,14%, mesmo assim superou a inflação do período que fechou em 5,9%.

Sobre a diferença entre as mensalidades cobradas de uma escola para outra, o único índice que ficou abaixo de 200%, e mesmo assim bem acima da inflação, foi encontrado no preço pago pela mensalidade no maternal 1 e 2, que teve acréscimo de aproximadamente 168%.

Na educação infantil para o período matutino, a média de preço paga para as séries Maternal (1, 2 e 3) e Jardim (1, 2 e 3) é de R$ 380,00. O menor valor é de R$ 220,00 para o Jardim e o maior preço praticado é R$ 521,00 para a mesma série. Já no período vespertino, a média de preço é a mesma.

As variações de preço, entre uma escola e outra, é de 167,97% para Maternal 1 e 2, 216,67% para Maternal 3, e de 236,82% em todos os níveis do Jardim.

Quando o assunto é ensino fundamental, o Procon constatou que a menor mensalidade é no valor de R$ 220,00, em um estabelecimento de ensino, para cursar do 1° ao 6° ano. O maior valor de R$ 607,00 foi detectado para cada um dos quatro últimos anos do ensino fundamental (6° ao 9° ano).

No caso do ensino fundamental, a maior variação foi encontrada na mensalidade do 6° ano, que atinge índice de 275.91%.

E no ensino médio, a maior variação (236,95%) foi percebida nas mensalidades para o 1° ano, que oscilam entre R$ 295,00 e R$ 699,00.

Foram pesquisadas 10 escolas e 33 itens, considerando os períodos masculino e feminino. O Procon reforça que não foram considerados outros critérios além dos preços praticados.

A cobrança de taxa de matrícula é proibida por lei e que as listas de materiais não devem conter itens que não tenham função pedagógica, evitando assim gastos desnecessários.

Veja abaixo os relatórios da pesquisa:

Receita Federal libera consulta ao último lote de restituições do IR 2016
A Receita Federal abriu nesta quinta-feira (8) consulta ao sétimo e último lote de restituições do Imposto de Renda 2016. A previsão é que os valores...
Quase 900 empresas renegociam dívida de clientes até o dia 21
Consumidores campo-grandenses que têm dívidas com empresas, podem renegociar com condições especiais até o próximo dia 21. Quase 900 lojas participam...
Prefeituras de MS recebem R$ 56 milhões hoje do 1% do fundo de participação
Mato Grosso do Sul recebe hoje R$ 56 milhões, referente a 1% do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). O montante será depositado nas contas das...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions