A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

02/07/2014 15:17

Mercado de automóveis prevê recuperação nas vendas com prorrogação do IPI

Bruno Chaves
Mercado vai voltar a se aquecer depois de julho, conforme avaliação do presidente da Fenabrave (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)Mercado vai voltar a se aquecer depois de julho, conforme avaliação do presidente da Fenabrave (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)

O anúncio do ministro da Fazenda, Guido Mantega, sobre a manutenção da alíquota reduzida do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para a venda de carros novos animou o setor de automóveis de Mato Grosso do Sul, que enfrenta queda nas vendas.

Veja Mais
IPI reduzido para automóveis continua até dezembro
Venda de carros despenca e juro alto é apontado como um dos culpados

O mercado regional sempre manteve as vendas acima da média nacional, conforme a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), mas o cenário mudou nos últimos meses. Só em abril, por exemplo, o volume de vendas de carros novos caiu 17,03% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

“Manter o IPI reduzido é importante e naturalmente vai trazer benefícios”, disse o presidente da Fenabrave em Mato Grosso do Sul, Roberto Mosena. “Até o ano passado, o setor vinha crescendo acima da média nacional, de 20% a 30%. Mas depois de muitos anos deu uma estabilizada”, emendou.

A diminuição das vendas, conforme Mosena, pode ser explicada pela influência da economia nacional, que pouco cresceu nos últimos meses, além de feriados e época de Copa do Mundo, que fez com que as pessoas tivessem outros objetivos no primeiro semestre de 2014.

“Por isso, esse ano tem sido de vendas menores. Logo, se manter o IPI reduzido até o final do ano, em um primeiro momento, faz as vendas se estabilizar. No segundo semestre, o mercado vai se recuperar”, afirmou.

Paralelamente a essa avaliação, as concessionárias devem criar mecanismos próprios para aquecer o mercado, acredita o presidente da federação. Para Mosena, “promoções, ofertas de novos modelos e outras decisões fazem com que haja crescimento no segmento”.

Dessa forma, "manter o IPI reduzido é uma medida interessante e importante que vai ser uma das coisas que vai auxiliar na recuperação, mesmo que pequena, do mercado de vendas de carros”, ponderou.

IPI reduzido para automóveis continua até dezembro
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou hoje (30), a manutenção, até dezembro, das tarifas reduzidas do Imposto sobre Produtos Industrializado...
Venda de veículos tem queda de 9,95% em abril, aponta Fenabrave
A venda de veículos no Brasil caiu 9,95% no mês de abril, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo balanço divulgados hoje (3) pela ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions