A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

24/10/2014 08:32

Momento de oscilação do dólar coincide com alta nas viagens internacionais

Luciana Brazil
Cristina durante atendimento em sua agência. Segundo ela, o movimento aumenta significativamente. (Foto: Marcos Ermínio)Cristina durante atendimento em sua agência. Segundo ela, o movimento aumenta significativamente. (Foto: Marcos Ermínio)

É só o dólar baixar que as viagens ao exterior entram na preferência dos brasileiros. A procura por pacotes internacionais é bem maior no período de queda da moeda americana. Com destinos estrangeiros mais baratos, as viagens aqui no Brasil acabam não compensando por serem mais onerosas, dependendo do lugar.

Veja Mais
Dólar passa dos R$ 2,51, maior valor desde abril de 2005
Dólar fecha em leve alta e na semana já acumula valorização de 1,96%

Depois de queda, a moeda voltou a subir sob a influência da disputa pela Presidência da República, mas as viagens internacionais continuam em alta. Conforme a presidente da ABAV (Associação das Agências de Viagem em Campo Grande), Cristina Albuquerque, a estimativa é de aquecimento do setor em torno de 20%, considerando o período em que a moeda esteve em baixa.

Confirmando a movimentação do mercado, na agência It's Intercâmbio Cultural, em Campo Grande, o número de pacotes para o exterior cresceu cerca de 13%, de acordo a proprietária e agente de turismo Stella Terra Gaiotto, 34 anos. “A procura aumenta significativamente, mas acontece de forma gradativa”, explica.

O que também acontece frequentemente nestes períodos, segundo Cristina, é o resgate de negociações por parte dos clientes. “A retomada de clientes está vinculada ao dólar. Tem gente que está fechando um pacote e quando a moeda sobe acaba deixando de lado. Mas é só ocorrer a queda que grande parte volta a retomar as negociações”, disse a representante da ABAV.

Em uma comparação rápida, Stella mostra as vantagens em viajar para fora do país. Conforme a proprietária da agência It's, o cliente pode pagar a partir de R$ 8.233 para uma viagem de 8 dias em Porto de Galinhas (PE), em hotel 5 estrelas. Por quase o mesmo preço, a partir de R$ 8.877, o cliente iria para Orlando (Florida) em uma viagem de 12 dias, também em hotel 5 estrelas.

No exemplo acima, a diferença chega a ser de R$ 289,00 por dia, como explicou Stella. Hipoteticamente, se o cliente pagasse o pacote por dia, em Orlando, com café da manhã, a viagem sairia por R$ 740 a diária, no período de 12 dias. Já em Porto de Galinhas, o preço subiria para R$ 1.029, em um passeio de 8 dias.”.

Os valores foram cotados no início da semana. Stella explica que os preços oscilam de acordo com a cotação do momento.

Os destinos são variados, mas segundo Stella, Argentina e Orlando estão entre os destinos mais procurados para as viagens ao exterior. “Orlando é muito barato, tanto alimentação quanto hospedagem e, além de disso, ainda tem os parques da Disney”, frisa.

Uma opção ainda mais atraente é o intercâmbio no Canadá, onde segundo Stella, o dólar tem valor inferior a dólar americano, R$ 2,52 e R$ 2,25 respectivamente.

Dólar passa dos R$ 2,51, maior valor desde abril de 2005
Ao sabor das pesquisas eleitorais, que mostram a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, à frente de Aécio Neves (PSDB), o dólar fe...
Dólar fecha em leve alta e na semana já acumula valorização de 1,96%
O dólar fechou hoje com ligeira alta, de 0,14%, cotado a R$ 2,48 na venda. Na semana, com, a alta de hoje, a terceira seguida, a moeda dos Estados Un...
Dólar volta a subir e termina a segunda-feira cotado a R$ 2,464
O dólar voltou a subir nesta segunda-feira (20) e fechou o dia cotado em R$ 2,464 na venda, valorização de 1,28%. O resultado de hoje reverte a queda...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions