A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

06/04/2015 19:29

Mototaxistas terão até R$ 11 mil para empréstimo que abrange a categoria

Mariana Rodrigues
O novo valor é de até R$ 11 mil para empréstimo do Credigente Moto. (Fernando Antunes)O novo valor é de até R$ 11 mil para empréstimo do Credigente Moto. (Fernando Antunes)

Foram aprovados os novos valores para concessão de crédito do Credigente, programa de microcrédito que concede empréstimo para pequenos empreendedores locais. Conforme a publicação de hoje (6), do Diário Oficial de Campo Grande, o novo valor é de até R$ 11 mil para empréstimo do Credigente Moto, que abrange as categorias dos mototaxistas e dos motos entregadores.

Veja Mais
Credigente apresenta linhas de crédito em evento realizado no Sebrae
Prefeito inaugura sede do Credigente e participa de encontro de piscicultura

Mesmo com as taxas de juros que giram em torno de 1,5% e são inferiores as dos demais bancos, alguns trabalhadores da categoria acham que ainda assim não compensa adquirir o empréstimo.

Segundo o mototaxista Joenilson da Silva Fernandes, 25 anos, a linha de crédito beneficia a categoria apenas para aquisição de novas motos para uso em serviço. "Eu não acho que essa linha de crédito compensa devido aos juros, é melhor juntar dinheiro e comprar uma moto a vista", comentou.

Joenilson disse ainda que não pretende usar a linha de crédito que está disponível, mas usaria se fosse para a manutenção do veículo que já tem. "Não vale a pena pegar esse dinheiro para adquirir uma moto, eu até gostaria se fosse um recurso para ser usado na manutenção dos nossos veículos, dessa forma seria valido para mim", acrescentou.

Outros trabalhadores como Jair da Silva Costa, 35 anos, não consideram a linha de crédito atrativa. "Não compensa, são poucos os que vão adquirir esse empréstimo por conta dos juros, o mais atrativo e interessante seria um capital de giro para manter a moto que nós já temos e não somente para adquirir uma nova".

Porém, para outros, a linha de crédito veio em boa hora, como é o caso de Jorge Alves Ribeiro, 53 anos, que trabalha há dois anos como moto táxi, ele relatou que vai pegar o benefício para adquirir a moto própria. "A moto que a gente geralmente usa para trabalhar custa em média R$ 10 mil, ou seja, esse valor dá para pagar a moto e documentá-la", comentou.

Jorge informou que o Sindicato dos moto taxistas comunicou sobre o beneficio. "Tivemos uma reunião, onde foi orientado que teríamos que dar entrada para conseguir o empréstimo através do Sindicato, e vimos que não tem burocracia, e os juros não são tão altos, qualquer pessoa pode pagar, esse foi o melhor benefício que já deram para a categoria".

Apesar do projeto ter sido divulgado anteriormente, alguns ainda não sabiam de sua existência e se mostraram surpresos com o beneficio. "Eu não estava sabendo, mas acho que deve ser bom, porque mesmo com juros ainda são baixos. Sempre sai projetos voltados para nossa categoria, mas creio que esse é muito bom, vou procurar me informar melhor sobre ele", disse Dorca Tomaz, 33 anos, que trabalha há 6 anos como moto táxi.

 

Jorge Alves Ribeiro, acredita que o empréstimo irá beneficiar a categoria. (Foto: Fernando Antunes)Jorge Alves Ribeiro, acredita que o empréstimo irá beneficiar a categoria. (Foto: Fernando Antunes)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions