A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

26/11/2014 13:56

MS poupou R$ 429 milhões, cumpriu meta e pagou dívida, diz secretário

Marta Ferreira

O secretário de Fazenda de Mato Grosso do Sul, Jader Julianelli, entrou em contato com o Campo Grande News nesta quarta-feira e repassou informações que, diferentemente de relatório atribuído ao Tesouro Nacional, divulgado pela Folha de S. Paulo no fim de semana, informam que o Estado está com situação financeira tranquila e com superávit até maior do que o previsto no PAF (Programa de Ajuste Fiscal).

Veja Mais
"Vou deixar alguns milhões", diz André sobre caixa que será repassado a Azambuja
MS está entre os 16 estados que não cumpriram meta de economia este ano

O dado divulgado pelo jornal paulista dizia que Mato Grosso do Sul havia economizado, este ano, apenas R$ 66 milhões, contra uma meta de R$ 440,7 milhões.

Em e-mail enviado ao Campo Grande News, o secretário diz que boletim de setembro do PAF informa que, diante de uma meta de R$ 307 milhões, foram poupados R$ 429 milhões.

Ainda de acordo com ele, é preciso ressaltar que a meta de economia de 2014 será alterada para R$ 79 milhões, em razão do pagamento de R$ 190 milhões a mais da dívida com a União. Com esse pagamento, conforme Julianelli, foi quitada a DMLP (Dívida de Médio e Longo Prazo) de títulos emitidos na década de 90.

Dessa forma, prossegue, Mato Grosso do Sul “cumprirá o art. 42 da LRF, com o pagamento das folhas de dezembro, 13 salário e janeiro, cada uma em montante aproximado de 200 milhões de reais, além do pagamento de todas despesas de investimentos realizadas até o 31/12/14”.

O secretário afirma, ainda, que Mato Grosso do Sul ultrapassou em 2013 as metas de arrecadação própria, prevista em R$ 6,3 bilhões, e alcançou receita de R$ 6,7 bilhões. Quanto à meta em relação entre a dívida a receita, no ano passado, segundo o secretário, ela encerrou em 1,28, enquanto o objetivo era 1,33.

Este ano, essa relação será de 1,00, o que quer dizer que o valor total da dívida empatou com o da receita. Isso quer dizer, explica o titular da Fazenda, que diminui “consideravelmente o comprometimento das receitas em relação à Dívida com a União”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions