A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

20/06/2014 17:34

Mulheres esgotam estoque e já falta camiseta da seleção nas lojas

Caroline Maldonado
Mulheres esgotam estoque e já falta camiseta da seleção nas lojas
O gerente aposta nas camisetas mais baratas para quem não quer pagar caro, mas quer torcer (Foto: Cleber Gellio)O gerente aposta nas camisetas mais baratas para quem não quer pagar caro, mas quer torcer (Foto: Cleber Gellio)
Para não ficar sem camisetas, algumas mulheres compraram modelos infantis (Foto: Cleber Gellio)Para não ficar sem camisetas, algumas mulheres compraram modelos infantis (Foto: Cleber Gellio)

O Brasil mal fez a segunda partida pela Copa do Mundo, mas as lojas que vendem a camiseta verde-amarela já enfrentam dificuldades para atender a demanda. Segundo os vendedores, restam poucas camisetas masculinas e o estoque de femininas acabou. O gerente Centauro Sports, Jacks Silva de Sousa, conta que já vendeu mais de 400 camisetas desde a véspera do jogo entre Brasil e Croácia.

Veja Mais
Em dias de jogos, venda de cerveja cresce 50% em Campo Grande
México é principal parceiro comercial de MS entre rivais do Brasil na Copa

“Já vieram sete mulheres procurando camiseta hoje aqui e elas ficam frustradas porque, geralmente, já passaram por outras lojas e não encontraram”, conta o vendedor Pedro Vinicius Campos, da loja Tube Surf. De acordo com o vendedor, as camisetas femininas acabaram uma semana antes do primeiro jogo do Brasil na Copa do Mundo, na quinta-feira (12). O vendedor conta que o jeito foi vender os modelos infantis para as últimas clientes, desesperadas pelas camisetas. “A cada dez camisetas que a gente vende, sete são para as mulheres”, afirma.

Há 24 anos no mercado de produtos esportivos, o gerente da Galeria dos Esportes, Jacks Silva de Sousa, confirma que a procura de mulheres por camisetas da seleção cresce a cada mundial de futebol. “Nós vendemos bem a masculina mas, proporcionalmente, o crescimento das vendas de camisetas femininas é maior. A cada Copa a gente faz um pedido maior do que fizemos há quatros anos e sempre vende todas”, explica.

O preços das camisetas originais, sem personalização, giram em torno de R$ 200. Para quem não se anima a gastar esse valor, mas quer entrar no clima da torcida, não faltam opções. “Agora estamos apostando na venda das camisetas amarelas com a bandeira do Brasil para aquelas pessoas que querem mais fazer uma farra durante a torcida”, conta o gerente ao mostrar as camisetas de R$ 29.

A favorita – Quem leva a torcida a sério quer camiseta oficial e personalizada, com nome e número. Dentre os mais pedidos, o número 4, do zagueiro David Luiz, faz sucesso em Campo Grande. De acordo com os vendedores, também estão em alta, os números 10 e 7, dos atacantes Neymar e Hulk.

Para ter o próprio nome na camiseta, os torcedores desembolsam entre R$ 25 e R$ 40, além do preço pago na camiseta. O valor menor é para o nome serigrafado e o mais caro é para quem prefere a plotagem, que fica mais parecida com uma camiseta oficial.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions