A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

29/02/2016 14:59

Na crise, fabricação de ovos pode virar profissão e garantir renda extra

Mariana Rodrigues
Ovos confeccionados por Bianca Rodrigues Barbosa. (Foto: Fernando Antunes)Ovos confeccionados por Bianca Rodrigues Barbosa. (Foto: Fernando Antunes)

Com a crise e o desemprego batendo à porta, alguns campo-grandenses apostam nas datas comemorativas para ganhar dinheiro e fazer dessa oportunidade uma profissão. A Páscoa é bem característica para isso, quando muitas pessoas investem na fabricação de ovos de chocolate na esperança de obter bons lucros e garantir renda extra.

Veja Mais
Passado o Carnaval, ovos de Páscoa começam a ganhar espaço nas lojas
Venda de ovos de Páscoa dá lucro de R$ 1 mil e rende até R$ 15 mil bruto

Esse é o caso de Joice Pereira dos Santos Volpe, 23 anos, este é o segundo ano em que ela investe na fabricação de ovos de Páscoa. Ela está desempregada e tem uma filha de 1 ano e 10 meses e viu na confecção de ovos uma forma de ganhar dinheiro. "Como tenho criança, essa foi a forma que encontrei de trabalhar em casa", comenta.

A ideia surgiu por impulso, e no ano passado ela conseguiu faturar em média R$ 700 com os 35 ovos vendidos. "Eu comentei que gostaria de fazer e comecei a receber encomendas da família e amigos", conta. Como a profissão deu certo, esse ano ela resolveu continuar investindo na fabricação de ovos.

"É uma forma de ter um dinheiro a mais, é um trabalho que faço em casa, faço meu horário e se me organizar certinho consigo fazer muitos ovos. É um jeito mais prático que encontrei para ganhar um bom dinheiro e dar uma ajuda em casa", afirma.

Na prática - Para o economista Tiago Queiroz, investir em determinadas épocas do ano como a Páscoa, é uma chance de atender a um nicho de mercado e uma demanda pontual. "Essas pessoas estão desenvolvendo um aspecto empreendedor".

Por se tratar de um produto supérfluo, essas pessoas precisam saber calcular os lucros e os gastos para poderem investir. "Não tem como falar se vai ou não dar certo, mas é uma grande oportunidade", comenta Tiago.

Outro exemplo é Carol Pompeu, 17 anos, que resolveu investir na venda de ovos de chocolate depois de algum tempo vendendo bombons recheados, que era de onde vinha sua renda. "É uma forma de superar a crise e ter um dinheiro a mais", comenta ela que por enquanto trabalha apenas com ovos tradicionais.

Por ser a primeira vez que fabrica os ovos, ela afirma que quer ter lucros, mas ainda não contabilizou quanto. "Mas independentemente disso, pretende continuar a fazer ovos no ano que vem", afirma.

Bianca faz ovos de Páscoa há três anos para ter uma renda durante o mês. (Foto: Fernando Antunes)Bianca faz ovos de Páscoa há três anos para ter uma renda durante o mês. (Foto: Fernando Antunes)

Bianca Rodrigues Barbosa, 20 anos, a acadêmica de Publicidade e Propaganda trabalha há três anos com a confecção de ovos de Páscoa para ter uma renda durante os mês em que a data é comemorada. "Eu aproveito as datas sazonais, na Páscoa eu vendo ovos e no Natal eu vendo chinelos, por exemplo".

No ano passado, Bianca conta que conseguiu faturar R$ 900 com os 30 ovos que vendeu e esse ano ela já tem 12 ovos encomendados, mas acredita que até o mês que vem a procura deve aumentar ainda mais.

Para o economista é interessante que essas pessoas tomem cuidado e se arrisquem somente se souberem fazer o produto e derem conta da produção para não perder dinheiro. Ele esclarece ainda que essa é uma forma de empreender. "Há duas formas de se empreender ou é por oportunidade ou por necessidade, muitas pessoas que foram demitidas ou estão com dificuldades de encontrar emprego, estão empreendendo para ganhar dinheiro".

Mas ele alerta que tudo tem um risco, inclusive neste momento de grande desemprego e em que a economia está estagnada. "Vejo como um grande investimento, apesar do momento ruim da economia", afirma.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions