A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

06/06/2015 08:34

Na melhor data para o setor, sex shops esperam vender até 44% a mais

Mariana Rodrigues
A data é considerada o Natal das lojas de produtos eróticos. (Foto: Marcos Ermínio)A data é considerada o "Natal" das lojas de produtos eróticos. (Foto: Marcos Ermínio)

Roupas, sapatos, perfumes e acessórios estão entre as muitas opções de presentes para os namorados. Mas há uma semana da data, quem está lucrando mesmo são os sex shops, que veem no dia 12 de junho o "Natal" do setor. Este ano esperam elevar em até 44% as vendas em relação a 2014.

Veja Mais
Para o Dia dos Namorados, aula de dança ajuda mulher a se sentir mais poderosa
Comércio espera faturar R$ 10 milhões com vendas para o Dia dos Namorados

Josi Braga, gerente de uma loja de produtos eróticos localizada na rua 14 de Julho, afirma que a procura está grande e começou mais cedo este ano, já que no ano passado a Copa do Mundo esfriou as vendas. "A procura aumentou desde quarta-feira, mas na véspera e no dia 12, as vendas devem se intensificar", comentou.

Entre os produtos mais procurados, estão as lingeries e os cosméticos. A gerente explica que tanto homens quanto mulheres e casais, vão juntos até a loja para escolher o presente. Ela comenta que alguns namorados escolhem os produtos eróticos como um complemento. "Os produtos vendidos nos sex shops se tornaram imprescindíveis para a data".

Em outra loja, também localizada na rua 14 de Julho, e que vende produtos sensuais, joias e semi-joias, o otimismo das vendas é um dos melhores. Segundo a gerente Eva Pereira de Souza, este ano eles esperam vender no minimo 10%. "Atualmente as mulheres estão comprando produtos de sex shop com mais tranquilidade", acrescenta a gerente, ela revela ainda, que os produtos têm os preços variados de R$ R$ 7 a R$ 92.

Como atrativo, Eva conta que a loja está com promoção, nas compras acima de R$ 150, o cliente recebe um cupom e concorre a uma cesta composta por produtos sensuais, lingeries, vinhos, chocolates e um coração de pelúcia. "É uma cesta com produtos que remetem à data".

Karina Brum, gerente de uma boutique sensual, localizada, na rua 13 de Junho, diz que não pode reclamar das vendas deste ano. A previsão de vendas para o Dia dos Namorados é de aumentar as vendas em até 44%. "Tivemos uma crescente de 35% nos últimos meses, os meses de abril e maio foram incríveis", comenta.

Segundo Karina, os massageadores e óleos sensuais batem recorde de vendas, mas as lingeries são bastante procuradas e podem ser encontradas em modelos tradicionais ou mais ousados. "O valor médio de cada lingerie fica entre R$ 125 à R$ 200. Já no setor de brinquedos, esta variação de valores aumenta entre R$ 60,00 a R$1 mil", afirma.

Josi Braga, gerente de uma loja de produtos eróticos localizada na rua 14 de Julho. (Foto: Marcos Ermínio)Josi Braga, gerente de uma loja de produtos eróticos localizada na rua 14 de Julho. (Foto: Marcos Ermínio)
Entre os produtos mais procurados, estão as lingeries e os cosméticos. (Foto: Marcos Ermínio)Entre os produtos mais procurados, estão as lingeries e os cosméticos. (Foto: Marcos Ermínio)

Mais do mesmo - Em uma loja de perfumes e cosméticos da 14 de Julho, gerente Bruna Corrêa, pretende vender 9% neste ano. Os preços no local variam de R$ 56,99 a R$ 164, sendo que os kits e os lançamentos são os itens mais procurados nesta data. Ela afirma que o público feminino sempre vai às compras antes, pois pesquisa mais na hora de escolher o presente. "Os homens são mais objetivos e deixam para a última hora. Ou eles já vem sabendo o que vão comprar, ou aceitam a nossa sugestão".

Katia Arruda, gerente de uma loja de roupas, pretende aumentar as vendas em até 10%. Para ela, a data vai ser melhor que o Dia das Mães. "De abril a maio, as vendas foram bem tímidas, agora estamos começando a aumentar o fluxo". Entre os produtos mais vendidos, estão os jeans masculinos que custam R$ 98 e os femininos coloridos estão R$ 68.

Procura - Alguns casais já estão fazendo suas pesquisas para garantir um presente em conta, mas que agrade o parceiro. Um exemplo é Gabriela Barzon, 18 anos e Guilherme Dantas, 20 anos, eles foram juntos ao Centro de Campo Grande para escolher o que vão comprar para a data, e consideraram o preço salgado.

"Estamos pesquisando, achamos as coisas um pouco caras, mas pretendemos sair daqui com os presentes comprados". O casal que está junto há dois anos, já sabe o que quer, Gabriela, escolheu um perfume e Guilherme disse que "o que ela quiser comprar está bom".

Outro casal que já está pesquisando, é Wesley Rondon e Carol Lima, juntos há 1 ano e seis meses, eles não revelaram quais serão os presentes escolhidos, mas por enquanto só estão nas pesquisas. "Vamos deixar para comprar na véspera, por enquanto só estamos pesquisando".

Gabriela Barzon, 18 anos e Guilherme Dantas, 20 anos, foram pesquisar o preço dos presentes juntos. (Foto: Marcos Ermínio)Gabriela Barzon, 18 anos e Guilherme Dantas, 20 anos, foram pesquisar o preço dos presentes juntos. (Foto: Marcos Ermínio)
Carol Lima e Wesley Rondon, só vão comprar os presentes na véspera do Dia dos Namorados. (Foto: Marcos Ermínio)Carol Lima e Wesley Rondon, só vão comprar os presentes na véspera do Dia dos Namorados. (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions