A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

13/03/2016 09:50

No Dia do Consumidor, Procon fará atendimento na praça Ary Coelho

Priscilla Peres

Na próxima terça-feira (15), o Procon de Mato Grosso do Sul vai atender a população na praça Ary Coelho, Centro de Campo Grande. A atividade em alusão ao Dia do Consumidor, com o objetivo de tirar dúvidas e informar sobre direitos do consumidor e das empresas. O atendimento acontecerá das 8h às 18h.

Veja Mais
Intenção de compra cai, mas dia das crianças pode movimentar R$ 146 mi
Bandeira tarifária de outubro é verde, sem valor adicional nas contas de luz

Para a superintendente do Procon/MS, Rosimeire Cecília da Costa, é importante divulgar os direitos do consumidor para que cada vez mais ele use isso a seu favor, como tem acontecido em Mato Grosso do Sul. “O consumidor tem acessado cada vez mais as plataformas que garantem seus direitos, seja por meio presencial em nossa sede ou ainda por meio do consumidor.gov, endereço eletrônico para reclamações. Tudo isso contribui para o aperfeiçoamento e a garantia dos direitos”, disse.

Somente nesses primeiros meses de 2016, mais de cinco mil atendimentos foram realizados pelo Procon/MS. O serviço de telefonia continua como campeão em reclamações. O consumidor também conta com o telefone 151 para eventuais dúvidas.

A data - O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor foi comemorado, pela primeira vez, em 15 de março de 1983. Essa data foi escolhida em razão do famoso discurso feito, em 15 de março de 1962, pelo então presidente dos EUA, John Kennedy. Em seu discurso, Kennedy salientou que todo consumidor tem direito, essencialmente, à segurança, à informação, à escolha e de ser ouvido. Isto provocou debates em vários países e estudos sobre a matéria, sendo, por isso, considerado um marco na defesa dos direitos dos consumidores.

No Brasil, o Código de Defesa do Consumidor foi instituído em 11 de setembro de 1990, com a Lei nº 8.078, mas entrou em vigor apenas em 11 de março de 1991. Sua necessidade nasceu da luta do movimento de defesa do consumidor no País, que começou com a vigência da Lei Delegada nº 4, de 1962, e se fortaleceu em 1976, com a criação do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo. Isso serviu de incentivo e modelo para a criação dos demais Procons do País.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions