A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

24/04/2014 08:38

No primeiro trimestre, indústria gera 2,2 mil novos postos de trabalho

Francisco Júnior
No período avaliado, o segmento industrial que mais se destacou foi o da indústria de transformação. (Foto: Divulgação)No período avaliado, o segmento industrial que mais se destacou foi o da indústria de transformação. (Foto: Divulgação)

O setor industrial de Mato Grosso do Sul abriu no primeiro trimestre deste ano
2.204 novos postos de trabalho, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems.

Veja Mais
Governo impõe nova regra à Caixa, mas financiamentos com FGTS continuam
Pequena central hidrelétrica de MS receberá R$ 140 mi em investimentos

O setor reúne as indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública. No período avaliado, o segmento industrial que mais se destacou foi o da indústria de transformação, com 1.848 vagas abertas, enquanto a indústria da construção civil aparece com 299 vagas, a indústria extrativa mineral com 30 vagas e a de serviços industriais de utilidade pública com 27 vagas.

Segundo o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, a abertura de 2.204 postos formais de trabalho corresponde a 30,9% do saldo total de novos empregos criados no Estado de janeiro a março deste ano.

Conforme o coordenador, nos últimos 12 meses, de abril de 2013 a março de 2014, a cada 30 dias foram abertos, em média, 421 postos formais pela indústria sul-mato-grossense, totalizando, nesse intervalo, a criação de 5.049 vagas, o que corresponde a 33,1% dos novos empregos criados em Mato Grosso do Sul, conferindo à indústria o posto de 2º maior empregador do Estado no período indicado. “Em primeiro lugar aparece o segmento de serviços com 38,7% que, na mesma comparação, apresenta abertura média de 493 vagas ao mês”, avaliou.

Em Mato Grosso do Sul, com o saldo obtido em março de 2014, foi alcançada a marca de 645.386 postos formais de trabalho, indicando elevação equivalente a 1,40% sobre o estoque total verificado ao fim de 2013. Na mesma comparação, o estoque por segmento econômico, passou a ser de 187.781 postos formais de trabalho no setor de serviços (+2,23%), 145.401 na indústria (+1,54%), 120.720 empregos na administração pública (+0,10%), 125.469 no comércio (-0,32%) e 66.015 na agropecuária (+2,12%).

Com a posição verificada em março de 2014, o Índice de Evolução do Emprego Formal na Indústria alcançou 213 pontos, indicando crescimento de 113% sobre o estoque do ano base 2005, quando o setor tinha 68.269 trabalhadores. A indústria sul-mato-grossense mais que dobrou o estoque total de empregos formais no período considerado, o setor de serviços apresentou um índice de 188,3 pontos e crescimento de 88,3%, o comércio com 156,7 pontos (+56,7%), a agropecuária com 120,2 pontos (+20,2%) e administração pública com 103,9 pontos (+4%), enquanto no caso do emprego formal total em Mato Grosso do Sul o índice de evolução alcançou a marca 154 pontos (+54%).

Constata-se, deste modo, que no período compreendido entre 2005 e 2014, até o mês de março, o ritmo de expansão do emprego formal na indústria em Mato Grosso do Sul foi 38% maior que àquele apresentado pelo conjunto da economia estadual. Na mesma comparação, em relação aos segmentos de serviços, comércio, agropecuária e administração pública, o ritmo de expansão da indústria foi maior em 13%, 36%, 77% e 105%, respectivamente.

Já na comparação com o mês imediatamente anterior, o índice de evolução do emprego se comportou da seguinte maneira: indústria (+0,19%), agropecuária (+0,19%), serviços (+0,71%), comércio (-0,24%) e administração pública (0,0%). Por fim, quando comparado com igual mês do ano anterior, o índice de evolução do emprego formal apresentou o seguinte desempenho: emprego total (+3,2%), serviços (+4,8%), comércio (+4,2%), indústria (+4,3%), administração pública (-0,1%) e agropecuária (+0,4%).

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions