A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

23/07/2015 13:36

Número de endividados cai 7,8% na Capital no comparativo com 2014

Liana Feitosa

Em julho deste ano, em Campo Grande existiam 145 mil endividados, de acordo com o último Peic (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor). O número é menor que o registrado no mês anterior, junho, quando foram contabilizados quase 157 mil endividados em Campo Grande.

Veja Mais
Mutirão da Conciliação vai negociar dívidas judiciais por 30 dias, em agosto
O ICMS dos municípios preocupante diminuição da economia

Isso significa que, em julho de 2014, existiam 63,3% campo-grandenses com contas em atraso. Já no mesmo mês deste ano, 58,7% das pessoas estão endividadas. Ou seja, o número representa redução de 7,8% de um ano em relação ao seguinte.

Segundo o levantamento, desenvolvido pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), no mês anterior, junho, 61,5% dos campo-grandenses tinham dívidas, sendo que, desses, 29% estavam com contas em atraso.

Isso correspondia a um total de 152 mil endividados em junho na cidade. Desses, 72 mil tinham com contas em atraso, contra 66 mil com contas em atraso no levantamento mais recente, feito em julho.

Os entrevistados alegam ter contas parceladas por causa do cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, cheques pré-datados, prestações de carro e seguros.

“As pessoas estão dando preferência ao pagamento à vista, como já mostravam nossas pesquisas sazonais. O indicador de inadimplência também está menor, desta vez 27% informaram contas em atraso, contra 29,2% em junho e 13,3% disseram que não terão condições de saldar os compromissos, frente a 14% há um mês”, observa o presidente da Fecomércio MS, Edison Araújo.

O cartão de crédito é o principal vilão dos endividados, já que 74% das dívidas é por causa de cartão. Além disso, 67,5% dos entrevistados tem de 11% a 50% da renda familiar comprometida com dívidas mensais, o que dificulta ainda mais a quitação dos débitos.

O ICMS dos municípios preocupante diminuição da economia
A recente publicação dos valores adicionados dos Municípios do Estado, através de Resolução da SEFAZ nº 2.648, de 01/07/2015, revela um perfil preocu...
FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano
Foi aprovado nesta semana pelo Ceif (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis) do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions