A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

25/11/2014 12:03

Número de micro empresas cresce 50% em dois anos na 2ª maior cidade de MS

Helio de Freitas, de Dourados
Maior crescimento foi verificado entre as empresas de comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios (Foto: Eliel Oliveira)Maior crescimento foi verificado entre as empresas de comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios (Foto: Eliel Oliveira)

O número de micro e pequenas empresas cresceu quase 50% nos dois últimos anos em Dourados, a 233 km de Campo Grande. De acordo com o Empresômetro, um mapeamento das micro e pequenas empresas criado pela CNC (Confederação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul concentra 8,5% das 165.653 MPEs (Micro e Pequenas Empresas) ativas no Estado.

Veja Mais
Paralisação dos bancários completa 20 dias sem previsão de término
Entre a novidade e a decadência, quadrilátero é retrato do comércio

Conforme o mapeamento, Dourados tinha 9.733 micro e pequenas empresas em 2012, passou para 11.345 em 2013 e neste ano chegou a 14.456 até agora.

A maioria das pequenas e micro empresas (1.418) é de comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios. Em segundo lugar aparecem os salões de cabeleireiro, com 461 empresas. Depois vem comércio varejista de mercadorias em geral (423), obras de alvenaria (322), transporte rodoviário de cargas (309) e comércio de varejo de peças e acessórios para veículos (290 empresas).

Entre os novos empresários está Carlinhos Ginga, que por muitos anos foi vendedor do comércio e hoje tem duas lojas em Dourados, instaladas em pouco mais de um ano.

Conforme a assessoria de imprensa da prefeitura, o maior crescimento de 2012 para 2013 foi verificado nas áreas de edição de cadastros, listas e outros produtos gráficos. Esse setor cresceu 75%. As fábricas de produtos diversos cresceram 72,73% e o número de empresas de corretagem na compra e venda e avaliação de imóveis aumentou 60%.

Já no ano seguinte, o maior crescimento foi do número de representantes comerciais e agentes do comercio de combustíveis, com (47%). O número de padaria e confeitaria subiu 32% e de serviços especializados para a construção aumentou 31%. Já o número de empresas do comércio varejista de mercadorias em lojas de conveniência subiu 28% de 2013 para 2014.

Para a prefeitura de Dourados, o crescimento da abertura de empresas e da economia da cidade é reflexo dos investimentos em infraestrutura, qualificação de mão de obra e moralização da administração pública, feitos nos últimos três anos. “O prefeito Murilo Zauith assumiu a cidade em fevereiro de 2011 após uma crise de corrupção que escandalizou Dourados no Brasil. Hoje a confiança voltou e o município vive uma era de prosperidade e crescimento”, afirmou a prefeitura através da assessoria.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions