A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

29/03/2015 09:47

Ovo de Páscoa caseiro pode sair até 20% mais barato que os de marca

Mariana Rodrigues
Ovos caseiros apresentam variedade de preço e tamanho. (Foto: Marcelo Calazans)Ovos caseiros apresentam variedade de preço e tamanho. (Foto: Marcelo Calazans)

Em Campo Grande os Ovos de Páscoa estão em média 10,38% mais caros que no ano passado, de acordo com pesquisa do Procon. Na hora das compras, o consumidor busca opções para economizar e não deixar a data passar em branco. Devido a variedade e preço mais em conta, o ovo caseiro tem conquistado os clientes.Os produtos podem variar de preço de acordo com o tamanho e o recheio que cada fabricante resolve usar, leva-se em consideração ainda, o material e a qualidade do chocolate que é usado para a confecção.

Veja Mais
Restaurante na periferia tem bacalhau com receita de família para a Páscoa
6% a menos irão às compras nesta Páscoa, mas gastarão 12,9% a mais, diz estudo

Silvana Aparecida Rolim de Oliveira Lima Melo, 30 anos, começou a fabricar o produto este ano, ela trabalha com dois tamanhos, de 350 e 500 gramas e comercializa por R$ 38 e R$ 48, respectivamente. "O meu diferencial, é o ovo de colher, é o mais procurado, mas também o mais caro, pois o consumidor tem a opção de montar o recheio a seu gosto, deixando o produto mais personalizado. Dependendo do recheio, o preço dos ovos de colher pode variar de R$ 45 a R$ 56", disse Silvana.

Lucas Souza e Melo, já trabalhava com a fabricação de doces caseiros, e pela primeira vez decidiu apostar nos Ovos de Páscoa por encomendas. Os preços variam de R$ 11, 50 por um ovo de 125 gramas, e pode chegar até R$ 58 o de 750 gramas. Os ovos recheados são comercializados por Lucas por R$ 55, porém ele afirma que esse tipo é o menos procurado.

"Tentei fazer o ovo de colher de uma maneira diferente, mas ainda assim não teve tanta encomenda como o ovo tradicional", comentou Lucas.

Ovos caseiros recheados são os mais procurados pelos clientes. (Foto: Marcelo Calazans)Ovos caseiros recheados são os mais procurados pelos clientes. (Foto: Marcelo Calazans)

Interior - Emely Menezes, 29 anos, mora em Costa Rica, região norte do Estado, segundo ela, para comercializar os ovos no interior é mais caro que na Capital devido o custo dos produtos. Nas suas encomendas, os ovos recheados são os mais procurados e custam de R$ 30 a R$ 70 dependendo do tamanho que vai de 100 gramas o menor e chega até 1 quilo o maior.

Em Sidrolândia, distante a 71 quilômetros de Campo Grande, Mirella Fagundes Nestor fabrica ovos em vários tamanhos e com diferentes tipos de chocolate, os ovos podem variar de R$ 22 com 250 gramas, e pode chegar até a R$ 104 um ovo de um quilo com chocolate branco e meio amargo. "Quem prefere os recheados, tem a opção de beijinho e brigadeiro, com acréscimo de R$ 5", disse Mirella.

Mercados - Cerca de 40% das compras dos campo-grandenses nesse ano, referentes à Páscoa, devem ser feitas nos supermercados. Os estabelecimentos também apresentam uma variedade de preço e de produto.Em um supermercado da Capital, um ovo de 330 gramas é encontrado por R$ 36,40, enquanto um ovo de 300 gramas de uma marca diferente, é comercializado pelo valor de R$ 30,50. Uma variação menor de preço é encontrada nos ovos de 500 gramas, que podem ser encontrados pelo valor médio de R$ 53,40.

Os ovos mais caros são os de 750 gramas, que chegam a custar R$ 68,90 nos supermercados. Os mais baratos são os infantis, encontrados em três tamanhos de 100, 120 e 170 gramas, e custam de R$ 22,60 a R$ 29, 50, dependendo da marca.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions