A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

04/01/2016 17:03

Pais lotam lojas em busca de materiais escolares e vendas sobem 10%

Renata Volpe Haddad
Livrarias estão cheias nesta segunda-feira e movimento cresceu até 20%. (Foto: Marcos Ermínio)Livrarias estão cheias nesta segunda-feira e movimento cresceu até 20%. (Foto: Marcos Ermínio)

A venda de materiais escolares cresceu 10% nesta segunda-feira (4) em comparação com a semana passada e os pais já estão garantindo a lista das escolas, mesmo com as aulas começando no fim de janeiro.

Veja Mais
Material escolar sobe 20% e pais deixam compras para o ano que vem
Vereador propõe "Bolsa Material Escolar" para fomentar comércio local

Na Livromat, a procura foi grande nesta segunda-feira e as vendas cresceram 20% desde a semana passada e hoje, o aumento no movimento foi de 10%.

O gerente Edgar Rocha, explica que o aumento deve-se ao pais retornando de viagem. "E tem muitos que ainda estão indo viajar e preferem garantir a lista escolar antes", avalia.

De acordo com o proprietário da livraria Shop Tudo, Jorge Fernandes, o movimento começou ainda em dezembro. "Mas o movimento maior sempre é em janeiro e os pais preferem garantir a lista de material antes e podem encontrar mais variedades", afirma.

Fernandes comenta ainda que como a maioria dos impostos vencem em janeiro, existem pais que esperam a virada o mês para poder comprar os materiais. "Sempre tem os que deixam para última hora, esperam iniciar fevereiro para poder comprar, mas a expectativa de maiores vendas é em janeiro", explica.

Aulas da rede particular começam no fim de janeiro, mas pais preferem garantir lista de material escolar antecipadamente. (Foto: Marcos Ermínio)Aulas da rede particular começam no fim de janeiro, mas pais preferem garantir lista de material escolar antecipadamente. (Foto: Marcos Ermínio)

A nutricionista Dalva Aparecida Valentim, 43, conta que sempre espera o começo do ano para poder comprar o material escolar da filha, que está no 9º ano. "As aulas dela começam em fevereiro, mas eu compro antes para não ficar tranquila, e como é pouco material escolar, acabo não gastando muito", afirma.

Com a lista da escola em mãos, a professora Carla Mujica Coelho Lima, 38, aproveitou esta segunda-feira (4) para comprar os materiais. "Eu separo um pouco do 13º para poder comprar os materiais da minha filha e prefiro comprar à vista, porque tenho mais desconto", alega.

A funcionária pública Florisbina Oliveira, 53, compra o material escolar da neta todos os anos, e ela diz que achou a lista escolar menor este ano. "Acho que vou gastar em torno de R$ 150 porque diminuíram a lista e isso é bom. As aulas das minhas netas começam em fevereiro, mas eu já gosto de comprar antes para poder ficar tranquila", conta.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions