A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

17/11/2016 10:30

Países reduzem compras e receita com exportações de industrializados cai 8%

Priscilla Peres
Papel e celulose foram os produtos mais exportados no ano. (Foto: Fiems)Papel e celulose foram os produtos mais exportados no ano. (Foto: Fiems)

Em 2016, a indústria sul-mato-grossense exportou o equivalente a US$ 2,19 bilhões. O total da receita é 8% menor que o resultado do mesmo período de 2015, que somava US$ 2,37 bilhões, segundo dados do Radar Industrial da Fiems (Federação da Indústria de MS).

Veja Mais
Para arrecadar R$ 25 mi, prefeitura inicia renegociação de atrasados
Lojas do Centro atendem até às 20h hoje de olho nas vendas de Natal

Em outubro, foram exportadas 7,4 milhões de toneladas que geraram receita de US$ 215,3 milhões. Os produtos da indústria correspondem a 89% de toda a receita de exportação de Mato Grosso do Sul, enquanto no acumulado do ano, na mesma comparação a participação ficou em 62%.

O grupo "Celulose e Papel” é o que mais se destaca nas exportações do ano, somando US$ 827,6 milhões, mas com queda de 4% sobre igual período de 2015. A redução se deu principalmente pela diminuição nas compras em importantes mercados para a celulose, como Itália, Holanda, Estados Unidos e Coreia do Sul que somados apresentaram redução equivalente a US$ 74,5 milhões.

No “Complexo Frigorífico”, a receita de exportação de janeiro a outubro de 2016 alcançou o equivalente a US$ 653,2 milhões, sinalizando queda de 11% sobre igual período de 201. A redução observada se deu principalmente por conta da diminuição das compras em importantes mercados para as carnes de Mato Grosso do Sul, com destaque para Venezuela, Egito, China, Japão, Rússia e Arábia Saudita que somados apresentaram redução de US$ 111,1 milhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions