A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

15/12/2014 19:14

Para ampliar exportações, representantes do Estado visitam portos peruanos

Liana Feitosa
Terminal portuário de Ilo foi um dos locais visitados por representantes de Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação)Terminal portuário de Ilo foi um dos locais visitados por representantes de Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação)

Para encontrar portos viáveis ao escoamento da produção de produtos brasileiros, representantes do Setlog/MS (Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística do Estado de Mato Grosso do Sul) e da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) visitaram o Porto de Matarani e o Terminal Portuário de Ilo, ambos no Peru.

Veja Mais
Bancários completam 21 dias em greve, sem previsão para voltar ao trabalho
Paralisação dos bancários completa 20 dias sem previsão de término

A visita fez parte de uma viagem do projeto RILA (Rota Integração Latino Americana), que busca conhecer portos por onde é possível escoar a produção do setor agrícola brasileiro, além de possibilitar o aumento das exportações de diversos produtos, e não apenas de grãos.

Transporte - Para o Setlog, a produção agropecuária possui desafios, no Brasil, em relação ao transporte. "Com a possibilidade de escoar a produção pelo oceano pacífico, haverá uma redução de cerca de sete mil quilômetros de rota marítima, com relação ao percurso feito pelo oceano atlântico", apresenta o texto do projeto.

No Peru, os brasileiros foram recebidos pelo gerente geral Jorge Pacora Fuentes, do Ceticos Ilo (Centro de Exportação, Transformação, Indústria e Comercialização e Serviços), que os apresentou o porto, cujo cais atracadouro possui uma infraestrutura de 302 metros de comprimento e 27 de largura.

Segundo Fuentes, o cais tem capacidade para receber cargas como fracionário, a granel, containers, rolante e minerais. “Entre as principais exportações que passam pelo terminal portuário de Ilo estão a farinha de peixe, cobre, minério de ferro, produtos agrícolas (pimentão, peixe e orégano) e produtos congelados (peixe, polvo e lula). E importamos trigo a granel, nitrato de amônio, mercadorias em geral, máquinas, equipamentos e veículos”, explica.

O porto de Matarani também foi visitado. O cais marginal possui 583 metros de longitude com um encaixe de 32 pés o que permite a atenção de naves de grandes dimensões, podendo atender simultaneamente até 3 naves.

Além disso, o terminal portuário de Maratani possui infraestrutura com área de operações e equipamentos adequados para manejar diferentes tipos de carga: mercadoria geral, granéis sólidos, líquidos, carga rolante, com recipiente e refrigerada e volumes de carregamento consideráveis.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions