A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

09/06/2015 13:20

Para liquidar estoque, imobiliárias dão 15% de desconto em feirão

Caroline Maldonado
Empresas estão loucas para vender, segundo presidente do Secovi/MS, Marcos Augusto Netto (Foto: Marcelo Vitor)Empresas estão "loucas para vender", segundo presidente do Secovi/MS, Marcos Augusto Netto (Foto: Marcelo Vitor)

Com 4,5 mil imóveis e descontos em torno de 15%, a 12ª edição da Feira de Imóveis e Negócios reúne 15 imobiliárias neste fim de semana, no estacionamento do Shopping Campo Grande. É a hora ideal para quem está de olho na casa própria, de acordo com o Secovi/MS (Sindicato da Habitação de Mato Grosso do Sul), que realiza o evento.

Veja Mais
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas

Serão oferecidas casas e apartamentos, em construção, concluídos e em fase de lançamento. Os preços variam entre R$ 80 a R$ 500 mil. Os interessados devem levar os documentos pessoais e comprovantes de renda referente aos últimos três meses para fazer simulação da compra.

Para os imóveis negociados pelo Programa Minha Casa - Minha Vida, os juros são a partir de 4,5% ao ano. A taxa é vantajosa em relação as aplicadas em outros segmentos e além disso, as empresas estão “loucas para vender”, nas palavras do presidente do Secovi/MS, Marcos Augusto Netto.

“É uma oportunidade de fazer bons negócios. O financiamento não acabou, o juros do programa do governo não mudaram. O valor é de 4,5% ao mês no cheque especial, enquanto para o Minha Casa – Minha Vida é ao ano. Não tem taxa mais baixa do que essa”, comenta o presidente da entidade.

As empresas estão precisando vender e por isso quem está a procura de imóvel tem condições de negociar e ter emplacar sua proposta, conforme Marcos Augusto. “Quem tem oportunidade de comprar e está com dinheiro a hora e agora”, incentiva.

A feira acontece na sexta-feira (12) e sábado (13), das 10h as 20h e no domingo (14), das 10h as 18h.

Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...



hehehe quem dera as taxas do cheque especial estivessem em 4,5% ao mês. Essas são as taxas médias do empréstimo pessoal... do cheque especial batem nos 10% ao mês.
 
Guaraci Mendes em 10/06/2015 09:23:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions