A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Setembro de 2016

24/03/2015 16:32

Páscoa deve movimentar R$ 119 milhões, média de R$ 87 por cliente

Mariana Rodrigues
A maioria vai às compras, mas metade acredita que Ovos estão mais caros. (Foto: Marcelo Calazans)A maioria vai às compras, mas metade acredita que Ovos estão mais caros. (Foto: Marcelo Calazans)

A Páscoa deste ano vai movimentar R$ 119,9 milhões na economia de Mato Grosso do Sul, quase 3% acima do ano passado. De acordo com pesquisa de intenção de compra divulgada hoje, os consumidores de Três Lagoas vão desembolsar em média R$ 124, enquanto em Aquidauana o valor médio é de R$ 70. Os campo-grandenses vão gastar R$ 77 cada.

Veja Mais
Restaurante na periferia tem bacalhau com receita de família para a Páscoa
Ovos de Páscoa apresentam variação de até 36%, segundo pesquisa

Segundo a pesquisa, 53% dos consumidores acreditam que o Ovos de Páscoa estão mais caros este ano, enquanto outros 32% não se recordam do preço do ano passado. De acordo com José Francisco dos Reis, pesquisador da Anhaguera Uniderp, devido essa época do ano ser muito próxima ao Carnaval e os consumidores ainda sentirem os reflexos das despesas da data e das contas do início do ano, as compras devem ser mais moderadas.

"O comércio está menos aquecido, pois o consumidor está reduzindo suas compras. Devido ao preço dos Ovos de Páscoa esse ano estarem mais caros, as compras devem se resumir em ovos menores e mais em conta", explica o pesquisador.

A expectativa de vendas é ainda menor devido as medidas tomadas pelo Governo recentemente, como aumento do preço do combustível, e os reajustes no valor da energia elétrica, além do aumento do dólar, que impacta de forma negativa e contribui na economia. "Isso tem refletido na hora das compras, onde os consumidores estão buscando alternativas mais baratas para não passar a Páscoa em branco", diz.

Os participantes das pesquisa que disseram que vão comprar Ovos de Páscoa representam 45%, enquanto outros 23% vão optar pela caixa de chocolates e 14% disseram que vão comprar barras de chocolates para tentar economizar. Outra opção são os ovos caseiros que devem movimentar 9% das atividades informais do período, estimando-se R$ 10,1 milhões.

Os supermercados aparecem em primeiro lugar para se comprar ovos de Páscoa, 40% dos campo-grandenses apontaram o local como preferido, seguido pelos corumbaenses, 64% e douradenses com 41%. Nas demais cidades, 57% dos consumidores vão às compras nesses locais.

Como nesta Páscoa o consumidor está mais cauteloso com os gastos, a maioria das compras serão realizadas à vista, 51% devem usar dinheiro, 13% devem fazer às compras usando cartão de débito e outros 30% vão usar o cartão de crédito.

Peixe - No feriado da semana Santa, 61% dos entrevistados disseram que vão comer peixe, porém vão preferir as espécies regionais. O Pintado aparece com 23% da preferência, seguido pelo Pacu 19%. Estima-se que esse ano haverá um adicional de R$ 62,2 milhões em pescado às compras da Páscoa, mas o valor é menor que o estimado no ano passado que foi de R$ 690, 45 milhões.

A pesquisa de intenção de compras, foi realizada pela Fecomércio MS em parceria com o Sebrae, Universidade Anhanguera Uniderp e Fundação Manoel de Barros, e ouviu 2 mil pessoas no período de 9 a 19 de março em 13 municípios do Estado.

(Foto: Marcelo Calazans)(Foto: Marcelo Calazans)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions