A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

19/02/2015 15:36

Pesquisa do Procon vê gasolina 5% mais cara e litro custa até R$ 3,73

Levantamento foi feito em 41 postos de combustíveis do município ontem

Helio de Freitas, de Dourados
Postos da área central vendem combustíveis mais caros que estabelecimentos da periferia e até da zona rural (Foto: Eliel Oliveira)Postos da área central vendem combustíveis mais caros que estabelecimentos da periferia e até da zona rural (Foto: Eliel Oliveira)

Pesquisa feita ontem pelo Procon após o novo aumento dos combustíveis mostra que a gasolina subiu em média 5% em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Os fiscais do órgão de defesa do consumidor foram a 41 estabelecimentos do centro, da periferia e da zona rural e constataram preço máximo gasolina comum a R$ 3,73 e o menor a R$ 3,43. O posto com o menor preço fica no distrito de Indápolis, a 20 km da cidade. A mais cara foi encontrada em um posto do centro, na Avenida Weimar Gonçalves Torres.

Veja Mais
Etanol sobe quase R$ 0,30, mas ainda é vantajoso dependendo do posto
Donos de postos aproveitam reajuste da gasolina e elevam lucro em 90%

Considerado o posto com os menores preços da cidade, o estabelecimento localizado na Rua Bela Vista, no Jardim Água Boa, perdeu o primeiro lugar após o novo aumento, pelo menos na gasolina. Nesse estabelecimento o litro do combustível comum custa R$ 3,599, mais caro que outro posto, localizado na Rua Floriano Peixoto, no Jardim América, que vende a gasolina por R$ 3,52. Entretanto, ainda continua vendendo o etanol e o diesel mais baratos da cidade – R$ 2,40 e R$ 2,999, respectivamente.

A diferença entre o menor e o maior preço da gasolina é de 9%. Já no etanol a diferença é de 14,5% e no diesel de 10%. No dia 11 deste mês, na primeira pesquisa feita em fevereiro, o Procon havia encontrado preço médio da gasolina a R$ 3,469. Ontem o preço médio foi de R$ 3,64. Já o preço médio do etanol passou de R$ 2,524 no dia 11 para R$ 2,573 nesta semana – 2% maior.




O CORRETO ERA TODO MUNDO ENTRAR COM UMA AÇÃO CONJUNTA CONTRA A PETROBRAS POR AUMENTO ABUSIVO DE PREÇO DE COMBUSTIVEL.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 20/02/2015 10:04:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions