A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

04/06/2014 09:43

Pesquisa mostra ligeira queda do endividamento das famílias na Capital

Bruno Chaves
Pesquisa leva em consideração as contas parceladas (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Pesquisa leva em consideração as contas parceladas (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O índice de endividamento das famílias campo-grandenses teve uma ligeira queda, para 66,1%, em maio deste ano, conforme divulgou, nesta semana, a PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor), elaborada peal CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Veja Mais
Endividamento de MS cai 19,18% em 3 anos, o 5º melhor desempenho no País
Paralisação dos bancários completa 20 dias sem previsão de término

Em abril, 68,7% da famílias da Capital informaram ter contas parceladas, como, por exemplo, cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestação de carros, seguros e outros.

Do quarto para o quinto mês de 2014, o recuo foi de 2,6%. O índice do mês passado (66,1%) é o menor desde setembro de 2013, quando atingiu 55,8%.

“O consumidor já indicava cautela para compras parceladas diante das incertezas em ano eleitoral e de Copa e o que nos anima é que o indicativo de inadimplência teve significativa redução", explicou o presidente da Fecomércio/MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul), Edison Araújo.

"Enquanto em abril, 32,8% informaram ter contas em atraso, desta vez são 26,8%. Quantos aos que dizem que não terão condições de honrar compromissos, o índice caiu de 13% a 10,7%”, emendou.

Na pesquisa, 62,1% dos entrevistados informaram que possuem dívidas com cartão de crédito; 40,2% com carnês; 16,2% com financiamento de veículos.

Das famílias que possuem contas parceladas, 41% afirmaram que o compromisso financeiro levará mais de um ano para ser saldado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions