A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

08/08/2015 13:04

Postos baixam gasolina até a R$ 2,88 e lotam com consumidores eventuais

Ricardo Campos Jr.
Motoristas fizeram fila para aproveitar promoção (Foto: Fernando Antunes)Motoristas fizeram fila para aproveitar promoção (Foto: Fernando Antunes)
Posto Emanuele, até o gerente foi para a bomba para atender o movimento (Foto: Fernando Antunes)Posto Emanuele, até o gerente foi para a bomba para atender o movimento (Foto: Fernando Antunes)

Com o sobe e desce da gasolina, motoristas andam pela cidade atentos às placas que indicam promoções nos postos de combustível. Neste sábado (8), em Campo Grande, 13,5% dos estabelecimentos consultados em pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo) baixaram o valor do produto para R$ 2,99 e houve lugares que conseguiram vendê-lo a R$ 2,88, como o posto Macro na avenida Cônsul Assaf Trad.

Veja Mais
Preço médio da gasolina diminui, mas só um posto vende abaixo de R$ 3,30
Após reajuste de 21%, preço da gasolina varia apenas R$ 0,09

No posto Emanuele Locatelli, na Avenida Zahran, até o gerente teve que ir para a bomba atender os clientes que não paravam de chegar e sequer conseguiu dar entrevista. No local, o combustível estava sendo vendido a R$ 2,97.

Maioria dos condutores no local estava passando pela via quando notaram o movimento e resolveram encher o tanque. “Eu vim por acaso, vi a fila e pensei que era promoção. Foi uma coincidência”, diz o vigilante Weverton Luis de Arruda, 32 anos, enquanto esperava para ser atendido.

O mesmo disse o policial militar Samuel Pereira, 47 anos. “Estou na casa de um primo por conta de um curso que estou fazendo. Se não tivesse passado por aqui hoje, não ia ver. Na atuação situação, se está barato, estou encostando”, relata.

“A promoção faz diferença no orçamento do fim do mês. Se tem promoção, eu paro”, afirma o contador Antônio Heleno Santos, 42 anos.

No Posto Bonatto, localizado na Avenida Três Barras, os condutores formaram fila para aproveitar a gasolina a R$ 2,99. “Eu espero porque compensa. É um absurdo esse sobe e desce da gasolina, o preço não é justo”, opina o pedreiro Eduardo Soares, 57 anos.

"Eu estava passando, notei a fila e logo pensei que era por conta do preço. A gasolina subiu R$ 0,50 de um dia para o outro. Acho que tem alguma coisa errada", diz o comerciante Luiz Marcelo Nantes Pereira, 42 anos.

Na avenida Julio de Castilho, o Posto Ipiranga abaixou o preço de R$ 3,38 para R$ 2,98. O gerente do local, Locide Martins Rocha, 69 anos, explica que a queda se deu em razão da concorrência.

“O vizinho baixou, nós temos que baixar, senão não vende. Eu não sei até onde vai. Estamos trabalhando com uma margem de lucro pequena, não tem condições de tocar”, afirma.

Weverton avistou placa anunciando promoção e resolveu abastecer (Foto: Fernando Antunes)Weverton avistou placa anunciando promoção e resolveu abastecer (Foto: Fernando Antunes)
Comerciante avistou a fila e logo soube que havia promoção (Foto: Fernando Antunes)Comerciante avistou a fila e logo soube que havia promoção (Foto: Fernando Antunes)



Enquanto isso aqui em Rio Brilhante, distante da Capital 160 km, tem gasolina ao preço impraticavel de R$ 3,84 o litro, sera que o Sr. governandor não tem razão com o a frase e questionamento de duvida que ele levantou em outra matéria a respeito de Cartel do Combustivel, onde aqui em Rio Brilhante, tem 5 postos na cidade e dois no "parque industrial", que desses posto são 2 postos pra cada Dono, e que são "coleguinhas", ou seja competição de preço não ha!
 
trindadeRBR em 08/08/2015 15:28:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions