A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

01/07/2015 14:10

Postos repassam queda do ICMS e diesel tem redução de R$ 0,15 em MS

Viviane Oliveira
Em alguns postos, principalmente os que ficam em rodovias, a redução foi repassada de imediato para o cliente. (Foto: Fernando Antunes) Em alguns postos, principalmente os que ficam em rodovias, a redução foi repassada de imediato para o cliente. (Foto: Fernando Antunes)
José Olavo diz que com a redução vai ficar mais tranquilo em abastecer aqui. Ele é dono do próprio veículo. (Foto: Fernando Antunes). José Olavo diz que com a redução vai ficar mais tranquilo em abastecer aqui. Ele é dono do próprio veículo. (Foto: Fernando Antunes).

Começou valer hoje a redução da alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do óleo diesel, de 17% para 12%, em Mato Grosso do Sul. Alguns postos de combustíveis, principalmente os que ficam em rodovias, já estão repassando o valor de até R$ 0,15 a menos para o cliente. A expectativa é de que, a partir de agora, as transportadoras locais passem a abastecer no Estado.

Veja Mais
Com diesel mais caro na "região", MS aposta em lei para ter competitividade
Por unanimidade, deputados aprovam projeto que reduz ICMS do diesel

Há 25 anos na estrada, o caminhoneiro José Olavo Pancoti, 60 anos, tem o próprio caminhão e transporta grãos para Santos e interior de São Paulo. Ele conta que costuma encher o tanque na cidade paulista, onde o valor é menor, mas que volte meia precisa abastecer em Campo Grande. “Toda a economia é bem vinda, vou ficar mais tranquilo em abastecer aqui. Antes não dava, porque, no final das contas, a diferença chegava a R$ 300 de um estado para outro”, diz.

Tem motorista que chega a gastar R$ 2 mil para encher o tanque, dependendo do modelo do veículo. Como é o caso do caminhoneiro Maurício Ricardo Arruda, 39, que transporta soja para o Brasil todo. Ele diz que mesmo com a redução, a preferencia ainda é em abastecer no interior de São Paulo, onde o litro do diesel custa em média R$ 2,589. “A empresa vai colocar no papel e apontar onde está compensando mais”, destaca.

Em média 600 veículos abastecem por dia no posto de combustível Caravágio.  (Foto: Fernando Antunes) Em média 600 veículos abastecem por dia no posto de combustível Caravágio. (Foto: Fernando Antunes)

Porém, com a redução da alíquota, o Estado já começa a vender diesel mais barato em relação a algumas cidades do Mato Grosso, de acordo com Sebastião Farias, 43. Ele está no ramo há 23 anos e transporta grãos até a cidade de Jangada (MT). “Agora, muitos motoristas vão optar em encher os tanques aqui”, afirma.

É o que espera Celcemir Nogueira, gerente do posto de combustível Caravágio que fica na BR-163, saída para São Paulo. “Ainda existe uma diferença grande em relação a São Paulo, mas vamos poder concorrer com outros estados”, pontua. No local, o litro do diesel era vendido a R$ 2,88 e passou para R$ 2,735. Segundo o gerente, em média 600 veículos abastecem no estabelecimento por dia. Com a redução, a expectativa é que esse número aumente ainda mais.

Os postos de combustíveis Locatelli, na BR-262 e Savana, na BR-163 também já estão repassando a redução do imposto para os clientes.

Expectativa - O projeto de lei que reduziu a alíquota do ICMS foi aprovado na semana passada e vai valer até 31 de dezembro. Com a redução, o Governo deixará de arrecadar até R$ 7 milhões em seis meses e para compensar a perda, o consumo do diesel terá que aumentar em 40%.

Para garantir preços ainda menores, empresários, políticos e representantes do setor de transporte, formaram uma comissão que fará pesquisas semanais nos postos de combustíveis, além de acompanhar todo o processo da cadeia produtiva, desde as distribuidoras até os postos. Atualmente o estado consome aproximadamente 100 milhões de litros de diesel. Se até o fim de dezembro o consumo não chegar ao estipulado pelo governo, o ICMS volta para 17%.




Mentira! Continua o mesmo cartel dos postos. Diesel S-10 a R$ 3,1999 em qualquer posto da cidade. Só o Procon não enxerga porque não quer!
 
Barbarossa em 01/07/2015 22:36:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions