A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

17/11/2015 18:20

Prefeitura envia à Câmara projeto que diminui limite da dívida ativa

Caroline Maldonado
Prefeito já conversou com o presidente do Tribunal de Justiça, João Maria Lós, e com o presidente da Câmara, Flávio César, sobre o projeto protocolado hoje (Foto: Divulgação/Prefeitura)Prefeito já conversou com o presidente do Tribunal de Justiça, João Maria Lós, e com o presidente da Câmara, Flávio César, sobre o projeto protocolado hoje (Foto: Divulgação/Prefeitura)

A prefeitura de Campo Grande protocolou, hoje (17), na Câmara Municipal, projeto de Lei que altera o limite mínimo para cobrança da dívida ativa por meio de ações judiciais. Atualmente, o limite é de R$ 500 e se aprovada a proposta o valor passará para R$ 1,5 mil.

Veja Mais
Para receber dívida ativa, prefeitura dá desconto de até 100% de juros e multas
Prefeitura vai protestar em cartório inscritos na dívida ativa

Conforme a prefeitura, o projeto foi pensado para reduzir a demanda de ações judiciais no Tribunal de Justiça e ainda facilitar o pagamento por parte do contribuinte. Por ano, cerca de 30 mil processos são abertos.

Segundo o prefeito Alcides Bernal (PP), a medida proposta resultará na otimização dos processos de trabalho, na maior efetividade da arrecadação, redução dos custos de cobrança judicial, além de contribuir para a diminuição do número de processos e execução fiscal em tramitação.

Na mensagem enviada ao presidente da Câmara Municipal, vereador Flávio César (PtdoB), o prefeito argumentou que a mudança no valor limite irá cooperar para o cumprimento das metas estabelecidas pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e na redução dos estoques de execuções fiscais em todo o país.

O prefeito disse que já conversou com o presidente do Tribunal de Justiça, João Maria Lós, e com Flávio César sobre o projeto e, além disso, está aberto a novas discussões. “Já estive reunido com o presidente do TJ e também com o presidente da Casa, mas se for necessário voltarei à Câmara para tirar todas as dúvidas”, disse Bernal.

Prefeitura vai protestar em cartório inscritos na dívida ativa
A Prefeitura de Campo Grande vai protestar em cartório as empresas inscritas na dívida ativa do município. O decreto n.° 12.494 publicado no Diário O...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions