A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

19/11/2014 19:40

Prefeitura vai protestar em cartório inscritos na dívida ativa

Priscilla Peres

A Prefeitura de Campo Grande vai protestar em cartório as empresas inscritas na dívida ativa do município. O decreto n.° 12.494 publicado no Diário Oficial de hoje, permite que seja feita a cobrança extrajudicial das dívidas e é uma maneira de contribuir para "o controle e a eficiência da arrecadação dos créditos de natureza tributária e não tributária".

Veja Mais
Dólar comercial fecha a semana em alta e cotado na venda a R$ 3,25
Intenção de compra cai, mas dia das crianças pode movimentar R$ 146 mi

De acordo com o secretário de Receita, Ricardo Vieira Dias, o método é o mais fácil de recebimento, pois a cobrança extrajudicial não tem custo para a prefeitura e benefícios para o cartório que o faz. O que evidencia que o prefeito Gilmar Olarte (PP) tem adotado medidas para aumentar a receita do município e sair da crise em que está.

"Isso é um projeto de desde quando assumi a pasta, porém as coisas demoram. Essa decisão não passa de uma maneira de controlar os débitos que a prefeitura tem e regularizar a situação das empresas e de pessoas físicas", explica o secretário, ao dizer que a cobrança será feita em várias fases, começando com a dívida econômica de pessoas jurídicas.

Hoje, a prefeitura também publicou o decreto n° 12.495 que estabelece procedimentos para inscrição em dívida ativa de crédito tributário do município. "Primeiro nós fizemos a normatização das CDAs (Certidões de Dívida Ativa) e criamos algumas normas para que possam ser recepcionadas pelos cartórios. São critérios mais aprimorados, uma nova sistemática de cobrança", diz.

Segundo a publicação, a inscrição do crédito não tributário em Dívida Ativa deverá ser efetuada no prazo máximo de 90 dias contados da data de sua constituição definitiva. Os dois decretos entram em vigor na data de publicação.

Dólar comercial fecha a semana em alta e cotado na venda a R$ 3,25
Apesar do dólar ter fechado em queda de 0,12% no dia, e cotado a R$ 3,252 na venda, a moeda norte-americana fechou a semana com uma leve alta de 0,14...
Bandeira tarifária de outubro é verde, sem valor adicional nas contas de luz
A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em outubro será verde, sem custo para os consumidores de energia elétrica. Este é o sétimo m...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions