A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

17/10/2014 10:22

Primavera quente faz consumidor comprar mais frutas e verduras

Liana Feitosa
Devido ao calor, Molina optou por frutas que não costuma comprar para variar cardápio. (Foto: Marcelo Calazans)Devido ao calor, Molina optou por frutas que não costuma comprar para variar cardápio. (Foto: Marcelo Calazans)

Com a onda de calor beirando o insuportável, as refeições do campo-grandense estão diferentes. Mesmo habituado a comprar hortaliças e produtos frescos regularmente, o estudante Vandiney Molina, 34 anos, sentiu necessidade de adaptar o cardápio.

Veja Mais
Refrigerante de erva mate e palestra foram novidades em feira de negócios
Em queda de 0,5%, dólar comercial fecha cotado a R$ 3,23 nesta terça-feira

"Compro frutas e verduras de três em três dias, já que compro sempre em pequena quantidade porque moro sozinho, então tento não desperdiçar nada. Mas, dessa vez, comprei até mesmo o que nunca compro, como melancia e laranja. Levei um saco de laranja por causa mesmo do calor", conta.

Além das frutas, outra alternativa usada por Molina foi a internet. "Pesquisei receitas de sucos na internet e fiz. Hoje de manhã fiz um de morango com laranja", dá a dica. Tudo para driblar o calorão.

Leve - Para a auditora Maria José, o clima quente pode ser uma alternativa para fortalecer hábitos saudáveis. "Com o calor, a gente acaba optando por alimentos mais leves. É difícil a gente sentir vontade de comida pesada, principalmente carne", constata. "Por isso, aumentar o consumo de frutas e verduras é uma ótima alternativa", completa.

Ela costuma ir comprar em uma frutaria perto de casa, mas, ao ir até o local, percebeu que as hortaliças não estavam em tão boas condições. "Justamente por causa do calor, as verduras estavam murchas, então vim até aqui (Ki Frutas) porque sei que aqui os produtos estão mais bem acondicionados", analisa.

Ki Frutas, na rua Pedro Celestino, tem sistema de umidificação das hortaliças. (Foto: Marcelo Calazans)Ki Frutas, na rua Pedro Celestino, tem sistema de umidificação das hortaliças. (Foto: Marcelo Calazans)

Líquido - Segundo o gerente de hortifruti, Cleber de Holanda, produtos como melão e melancia estão batendo recordes de venda. "As frutas mais líquidas, que tem mais água, estão vendendo muito, como melão, melancia e abacaxi, muito procurado para fazer suco. De manhã recebemos quatro caixas de melão, mas a tarde mal começou e só temos apenas duas", contabiliza.

"Todos os dias o estabelecimento recebe produtos frescos e repõe os balcões e, com o calor intenso, a procura por folhas, como agrião, rúcula, alface, aumentou muito também. Percebemos que esses produtos estão esgotando rápido. A ideia do cliente é fazer bastante salada", observa Cleber.

Sucos e água de coco também acabam não sobrando nas geladeiras dos supermercados. Aumentar o consumo de líquidos devido às altas temperaturas é uma alternativa indicada pelos médicos. A transpiração do corpo devido ao calor pode levar à desidratação, afetando o funcionamento do corpo, podendo deixar o organismo vulnerável a doenças.

O Campo Grande News esteve em três estabelecimentos comerciais especializados em hortifruti e constatou que, até agora, o aumento na procura desses produtos não causou variações nos preços.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions