A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

27/05/2015 17:03

Procura aumenta 50% e clientes fazem até fila de espera por lápis de cor

Renata Volpe Haddad
Procura por lápis de cor chegou a triplicar em algumas papelarias. (Foto: Fernando Antunes)Procura por lápis de cor chegou a triplicar em algumas papelarias. (Foto: Fernando Antunes)

A grande procura por livros para colorir já traz consequências para as papelarias de Campo Grande. As vendas cresceram 50% em período atípico e algumas marcas de lapis de cor começam a faltar nas prateleiras. Em alguns estabelecimentos as vendas dos lápis triplicaram e há até lista de espera. 

Veja Mais
Na onda dos livros de colorir para adulto, tem até curso para melhorar a pintura
Livrinho para adulto colorir agora já vende até na padaria, bem mais barato

Esse é o caso da papelaria Franco. De acordo com a vendedora Alicia Fieli de Souza Viana, o estoque é comprado antes da volta às aulas e geralmente duram até julho. “Vendemos bem até março, depois as vendas caem, só que com a nova moda de livros para colorir, estamos vendendo até 50% mais”, comenta.

A vendedora ressalta que o estoque acabou no período do Dia das Mães. “Chegamos a vender de 30 a 40 livros para colorir por dia, sendo o mesmo tanto de lápis, ligamos na distribuidora e nos informaram que o estoque na fábrica está baixo”, completa.

Faber-Castell aquarelado com 48 cores é o tipo de lápis que a população campo-grandense mais procura. Esse, já não tem mais na livraria Shop Tudo. Segundo o gerente Felipe Daniel Fernandes, o pedido feito à fábrica que não tem nem 20 dias, veio incompleto. “Não chegou nem metade do que pedimos e a fábrica da Faber-Castell não está conseguindo atender todo mundo. O estoque está acabando novamente aqui na loja”, acrescenta, dizendo que tem uma lista de espera com telefones de clientes aguardando a chegada dos lápis de colorir.

Porém, existem outros tipos e marcas. “Mas a procura é pelo estojo com 36 ou 48 cores e os clientes querem o aquarelado e prateado e aqui não há previsão de chegada por enquanto, talvez em junho”, comenta a subgerente da Livromat, Michele Rodiguero.

Ela afirma que as marcas substitutas agradam quem quer muito colorir, mas não cai no gosto do público. “As vendas dos livros e lápis dobraram, temos outros tipos de marca, mas gostam mais da Faber-Castell” , conclui.

Já na Fradelli Papelaria, o sistema adotado é outro. A procura também aumentou mesmo pelos lápis de cor com preço maior. Conforme a proprietária do estabelecimento, Jônia Maria Colpani, as marcas mais procuradas são a Faber-Castell e a Staedteler. “São linhas de trabalho mais artísticas e com essa nova moda dos livros para colorir, elas acabam mais rápido. Os clientes fazem o pedido e em 10 dias, podem retirar o produto”, ressalta.

É possível encontrar lápis da Faber-Castell com 12 cores que custam R$ 23,80. Já o Steadler com 36 cores custa R$ 39,50.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions