A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

06/05/2014 10:54

Reajuste da Enersul ficou, na média, em 11,20% para os clientes

Marta Ferreira

O reajuste aprovado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para a tarifa da Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul) vai ser retroativo ao mês de abril, mas o consumidor não vai pagar de uma vez. O valor relativo ao mês passado será escalonado em três parcelas. O reajuste médio autorizado pela agência, considerando todas as categorias e o número de clientes da Enersul, de 903 mil, ficou em 11,20%, 4,9 pontos percentuais a menos do que o solicitado pela companhia (16,10%).

Veja Mais
Conta de luz vai subir de 9,4% a 14,1%, abaixo do pedido pela Enersul
Diretoria da Aneel já está reunida para decidir reajuste da Enersul

A informação é do deputado Marcos Trad, que participou da audiência que definiu, hoje cedo, reajustes para a Enersul entre 9,40% - para os consumidores residenciais que pagam tarifa social - e 14,11% para os consumidores de alta tensão, como as grandes lojas do comércio e a indústria. Trad teve fala durante a sessão e defendeu um reajuste menor que o proposto pela empresa.

Para os consumidores residenciais, a maioria expressiva, que não pagam tarifa social, o reajuste ficará em 9,8%.

Da leva de empresas cuja reposição tarifária ocorre nesta época, o reajuste aplicado para a Enersul é o menor até agora. Hoje, por exemplo, foi definido o reajuste de quatro companhias que atuam em São Paulo e o percentual ficou acima dos 14%, chegando a 21%.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions