A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

12/03/2015 10:39

Receita: ajuste na tabela implica redução significativa do imposto devido

Daniel Lima, da Agência Brasil

A Receita Federal informou que o ajuste da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) implica redução significativa do imposto devido, especialmente para os contribuintes de menor renda.

Veja Mais
Mais de 12 mil contribuintes de MS já declararam o Imposto de Renda
Receita admite lentidão no início do prazo para entrega do Imposto de Renda

A nova tabela foi publicada ontem (11) – por meio da Medida Provisória 670 no Diário Oficial da União – estabeleceu faixas diferenciadas de reajuste correspondentes a 6,5%, 5,5%, 5% e 4,5%.

Receita: ajuste na tabela implica redução significativa do imposto devido

Os contribuintes com renda mensal de R$ 2 mil, por exemplo, terão uma redução de 52,1% no imposto devido nos meses a partir de abril, comparado com a situação anterior, informou o Fisco.

Pelos cálculos da Receita, contribuintes de maior renda também serão beneficiados. Os que têm renda de R$ 5 mil mensais terão uma redução no imposto devido de aproximadamente R$ 43 por mês, equivalentes a quase 8% do imposto originalmente devido.

Receita: ajuste na tabela implica redução significativa do imposto devido

Os técnicos lembram que o imposto efetivamente devido como proporção da renda é muito menor do que o sugerido pela alíquota nominal do IRPF. Isto se deve à parcela a deduzir do imposto, que serve para o imposto devido não ter um aumento discreto (“dar um pulo”) quando há uma mudança de faixa na tabela, informaram os técnicos. Para eles, essa parcela a deduzir é particularmente importante para os contribuintes com rendimentos menores.

No caso do contribuinte com renda mensal de R$ 2 mil, essa proporção, chamada de alíquota efetiva, é 0,36% desse rendimento. A alíquota efetiva, ressalta a Receita, é calculada usando o imposto pago (R$ 7,20, pela nova tabela), dividido pelo rendimento tributado (R$ 2 mil) que resulta é um resultado menor do que a alíquota nominal correspondente de 7,5%. A alíquota
efetiva, defendem ainda os técnicos, continua bem menor do que a alíquota nominal, mesmo para rendimentos relativamente altos.

O Imposto de Renda devido pelo contribuinte com renda de R$ 5 mil mensais é de apenas 10,11% desse rendimento, apesar dele estar incluído na faixa de rendimentos com alíquota nominal de 27,5%.

Receita: ajuste na tabela implica redução significativa do imposto devido
Mais de 12 mil contribuintes de MS já declararam o Imposto de Renda
Em cinco dias, mais de 12 mil contribuintes de Mato Grosso do Sul prestaram conta com a Receita Federal e fizeram a declaração do Imposto de Renda 20...
Receita admite lentidão no início do prazo para entrega do Imposto de Renda
A Receita Federal admitiu que no início do prazo para a entrega das declarações do IRPF (Imposto de Renda Pessoas Físicas) 2015 hoje (2) houve lentid...



Redução significativa?
Você está de sacanagem. Significativa para quem?
A defasagem na correção da tabela em desfavor do contribuinte beira à casa dos 64% e você diz que o governo deu uma mãozinha? O governo usa de mão grande para afanar o dinheiro do contribuinte isso sim!
 
Barbarossa em 12/03/2015 15:06:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions