A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

26/11/2014 15:55

Redução de impostos vai beneficar fábrica que abate 2 mil animais

Marta Ferreira
Fábrica da Aurora em São Gabriel será beneficiada por medida fiscal. (Foto: Edemir Rodrigues/Governo de MS)Fábrica da Aurora em São Gabriel será beneficiada por medida fiscal. (Foto: Edemir Rodrigues/Governo de MS)

A Camex (Câmara de Comércio Exterior) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior decidiu conceder ou renovar redução do imposto de importação sobre 430 produtos sem fabricação no Brasil. Ao justificar a medida, a Câmara informou que ela vai beneficar empreendimentos em cinco estados, incluindo Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior entre os projetos que serão beneficiados pela redução do imposto estão a execução de obras de infraestrutura na serra dos Araras, em Belo Horizonte e Araras (RJ); a implantação de uma nova fábrica de motores em Porto Feliz (SP); a implantação de uma unidade de fabricação de gesso no Rio de Janeiro e o aumento da capacidade de produção de alimentos embutidos em São Gabriel do Oeste (MS).

No município, localizado a 140 quilômetros de Campo Grande, fica a fábrica da Aurora que, em 2012, já havia feito uma ampliação da planta, aumento a quantidade de abates de 1,2 mil para 2 mil animais por dia.

A decisão – Os produtos envolvidos são equipamentos industriais ou bens de informática e telecomunicações.

Produtos dessas duas categorias, utilizados pelo setor produtivo, são abrangidos por regime especial do governo, que permite baixa temporária da alíquota. A inclusão de novos itens como beneficiários pela Camex é constante. É feita análise dos pedidos para redução da alíquota, só concedida após ser comprovado que não há fabricação nacional dos produtos.

No caso de máquinas e equipamentos industriais, 412 produtos foram contemplados pela redução do imposto: 59 receberam renovação do benefício. Para esses itens, o imposto de importação terá redução da alíquota 14% para 2% até 30 de junho de 2016.

Em se tratando dos bens de informática e telecomunicações, 18 produtos estão abrangidos: para um o benefício foi renovado. A redução da alíquota será de 16%. Cairá para 2%, válida até 31 de dezembro de 2015.

Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions