A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

28/11/2016 13:31

Reinaldo atribui baixo orçamento para 2017 a receita fraca com ICMS

Priscilla Peres e Leonardo Rocha
Governador falou hoje durante evento com prefeitos. (Foto: Marina Pacheco)Governador falou hoje durante evento com prefeitos. (Foto: Marina Pacheco)

O orçamento estadual de 2017 está estimado em R$ 13,991 bilhões. O montante é apenas 0,46% maior que o deste ano e, segundo o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o "baixíssimo" crescimento se deve a arrecadação com ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Veja Mais
Deputados vão se reunir com secretário para discutir orçamento de 2017
Apesar do orçamento de 670 milhões, UFMS enfrenta problemas antigos

Durante evento público hoje, Reinaldo disse que 2014 e 2015, teve em média de 2,58% de aumento na arrecadação com o imposto, mas que para 2107, a previsão é de 2,32%, ou seja, menor que nos últimos anos.

Os dados de 2016 não estão fechados, mas até o momento, outubro foi o mês com pior arrecadação de ICMS, quando "não houve expansão das atividades econômicas", de acordo com o governador.

Ainda de acordo com ele, foram esses os motivos que o levaram a enviar a proposta de orçamento para a Assembleia Legislativa com baixíssimo crescimento da economia para o ano que vem. "Valor da receita praticamente igual".

Devido as dificuldades financeiras que o Estado enfrenta, Reinaldo aproveitou para dar uma dica aos novos prefeitos. "Não se iludam com os primeiros meses de gestão, quando as receitas são maiores por que depois vai caindo. É preciso fazer planejamento para o ano inteiro", disse durante o encontro de prefeitos promovido pelo TCE/MS (Tribunal de Contas de MS).

 

 

 

 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions