A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

03/08/2015 10:42

Reinaldo critica "tabelamento" e diz que preço da gasolina deveria cair

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha
Governador reagiu com indignação ao aumento da gasolina (Foto: Marcos Ermínio)Governador reagiu com indignação ao aumento da gasolina (Foto: Marcos Ermínio)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) criticou, na manhã de hoje (3), o reajuste simultâneo no preço da gasolina, que ficou 21% mais caro na Capital no fim de semana. Durante a inauguração do campus da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), ele destacou que o valor deveria cair, já que houve redução na pauta para cálculo do tributo estadual.

Veja Mais
Fim da promoção eleva preço da gasolina em 21% e revolta motorista
Postos reajustam preço da gasolina em 16% e litro já custa até R$ 3,39

“Não podemos ter preços tabelados, estamos em um mercado livre”, criticou o governador, sobre o fato do aumento do combustível ter sido adotado ao mesmo tempo por todos os postos de combustíveis. Na Capital, o valor da gasolina passou a custar entre R$ 3,39 e R$ 3,50. Antes, o consumidor encontrava o produto até por R$ 2,88.

Na semana passada, a Justiça de Goiás determinou a redução no preço do combustível porque o Procon constatou indício de cartel – porque todos os postos promoveram reajuste simultaneamente. No entanto, até o momento, não houve abertura de investigação pelo Ministério Público nem pelo órgão de defesa do consumidor para investigar o caso no Estado.

Porém, o governador achou estranho o reajuste. Primeiro, porque ele reduziu o valor da pauta fiscal para cálculo do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). “Não dá para entender por que o preço (subiu) e espero que o consumidor possa procurar e pesquisar para achar o menor valor”, ressaltou.

Azambuja citou ainda que a alíquota do ICMS, de 17%, é a mesma praticada em São Paulo e é uma das menores do País. “O Governo fez sua parte e espero que o setor faça a dele”, avisou.

Posto anuncia promoção de gasolina a R$ 3,49 (Foto: Vanessa Tamires)Posto anuncia "promoção" de gasolina a R$ 3,49 (Foto: Vanessa Tamires)

O governador não citou, mas outro fato estranho é que os postos elevaram o reajuste sem qualquer novo aumento no preço da gasolina pelas distribuidoras.

Diesel – O tucano voltou a falar sobre a redução da alíquota do ICMS sobre o óleo diesel, que passou de 17% para 12%. Esta medida reduziu o preço do produto em R$ 0,15 ao consumidor final e elevou as vendas do combustível em Mato Grosso do Sul.

Contudo, Reinaldo frisou que espera mais redução no preço, porque as distribuidoras ainda estão com o estoque com o valor antigo. Ele prevê uma redução maior no preço e aumento nas vendas.




Indicios de cartel? Indicios? todo mundo tá careca de saber que no MS funciona um dos maiores cartéis de posto de combustivel do país, abre o olho governador, onde o senhor mora? Caso o senhor não saiba, aqui tambem existe a máfia dos taxistas e mototaxistas tá?
 
Max em 03/08/2015 14:48:16
No Posto Caradá (Rua Vitório Zeola) a gasolina continua R$ 2,999
 
FQA em 03/08/2015 13:30:40
Não entendo porque somente algumas "bandeiras" sobem e descem o preço de combustíveis. Nos bairros ainda continuam as promoções.
 
Estranho em 03/08/2015 13:28:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions