A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

02/12/2015 11:13

Reinaldo diz que JBS vai gerar 9 mil empregos com incentivo de R$ 1 bi

Liana Feitosa e Leonardo Rocha
Reinaldo defendeu incentivo para frigoríficos do JBS (Foto: Fernando Antunes)Reinaldo defendeu incentivo para frigoríficos do JBS (Foto: Fernando Antunes)

Governo do Estado vai conceder R$ 1 bilhão em incentivos ao grupo JBS de frigoríficos para que a produção em Mato Grosso do Sul seja ampliada. Para isso, a empresa precisará garantir a abertura de cerca de 9 mil postos de trabalho.

Veja Mais
Presidente global da JBS anuncia investimentos de R$ 1,2 bilhão em MS
JBS quer abater 6 mil suínos e 30 mil perus por dia com ampliação em MS

Os incentivos serão concedidos ao longo de 12 anos e resultarão em R$ 1 bilhão em incentivos dados à empresa. Para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o investimento valerá à pena pelos retornos que serão dados.

"Vale dar incentivo porque esse investimento é algo que o Estado não tinha antes. Além disso, vai abrir 9 mil vagas de trabalho em uma nova economia que envolve o abate de peru", detalhou o governador.

Para ele, a ampliação das atividades do grupo no Estado também oferece mudanças para a cadeia de produção. "É uma logística que nós precisamos incentivar. Além de ajudar os municípios na geração de emprego, também mexe com a cadeia produtiva. Por exemplo, a produção de milho pode aumentar em 500 mil toneladas no ano", analisou Azambuja ao se pensar nas mudanças que serão geradas pela abertura de um novo tipo de cadeia produtiva na região, com aves como o peru.

Além disso, na análise do governador, a ampliação da JBS vai gerar a criação de aviários e granjas para absorver a demanda para a produção desse tipo de carne. "É uma forma de ativar e aquecer a economia do Estado", classificou.

Os incentivos fiscais propostos aliado ao empenho do governo do Estado em trazer os investimentos para Mato Grosso do Sul, foram decisivos na escolha do JBS. Segundo presidente global de operações Gilberto Tomazoni, MS e Paraná eram os cotados para os novos projetos. 

Ontem (1°), em Dourados, distante 233 km de Campo Grande, o presidente global de operações do frigorífico JBS, Gilberto Tomazoni, anunciou que a empresa vai investir, em recursos próprios, R$ 1,2 bilhão para ampliar suas unidades em Mato Grosso do Sul. Com isso, quatro cidades ganharão novas unidades: Dourados, Itaporã, Caarapó e Sidrolândia. Em Itaporã, o grupo quer abater 30 mil perus por dia.




JBS - Friboi, empresa do LULA ?!
Governador, invista 1 bilhão nas escolas de Mato Grosso do Sul, que em 10 ou 15 anos, teremos desenvolvimento no Estado que nenhuma empresa ligada a político jamais dará!!!
Ademais, pra investimento furado, já basta o assalto que os Petistas fizeram ao BNDES...deixa o dinheiro do Estado para o Estado...
êêê Reinaldo...tá começando a fazer porcaria, hein?! Primeiro com a história de cortar o próprio salário, passando por "anjinho"...depois aumento de ICMS, onerando a população ainda mais...e agora beneficiamento de empresa do Lula?
 
DS em 02/12/2015 12:41:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions