A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

19/08/2014 13:39

Renda do setor de serviços, que vinha em alta, tem queda brusca em MS

Caroline Maldonado

Em junho, Mato Grosso do Sul registrou aumento de 2,6% na receita do setor de serviços, em comparação com o mesmo mês do ano passado. O crescimento é fraco se comparado ao do mês de maio, em relação ao mesmo período de 2013, que foi de 9,5%.

Veja Mais
Receita dos serviços de MS sobe 9,5% em mais um mês de crescimento, diz IBGE
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25

Este é o único dos últimos três meses que aprensenta baixo desempenho, já que em abril os lucros foram 9,7% além do registrado no mesmo mês do ano passado. Com isso, Mato Grosso do Sul é o 15º da lista das receitas com melhor desempenho em junho.

Os três Estados com maior crescimento na receita de serviços em junho são Distrito Federal, com alta de 18,7%; Rio de Janeiro, com 12,4% e Goiás, cuja receita subiu 10,2% em relação ao mesmo período de 2013. Dentre os seis Estados que apresentaram queda da receita, Roraima teve o pior saldo negativo, de 7,7% a menos. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada hoje (19) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Em todo o país, o setor de serviços apresentou crescimento de 5,7% em junho, na comparação com o mesmo mês do ano passado. É a menor variação da série histórica iniciada em janeiro de 2012, inferior às taxas registradas em maio (6,6%) e abril (6,2%). A segunda menor taxa foi em março de 2013 (6,1%). De acordo com o IBGE, contribuíram para a desaceleração do setor o resultado de 4,6% dos Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, inferior aos meses de maio (7,5%) e abril (8,0%) e o crescimento de 1,2% em Outros serviços, contra 5,6% em maio e 9,7% em abril.

As atividades levantadas pela pesquisa são serviços prestados às famílias (alojamento e alimentação; outros serviços prestados às famílias); serviços de informação e comunicação (serviços TIC; serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias); serviços profissionais, administrativos e complementares (serviços técnico-profissionais; serviços administrativos e complementares); transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (transporte terrestre; transporte aquaviário, transporte aéreo; armazenagem, serviços auxiliares dos transportes e correio) e outros serviços.

Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions