A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

21/05/2015 20:33

Risco de transmissão de fungo faz Brasil suspender importação de café do Peru

Wellton Máximo - Agência Brasil

O Brasil suspendeu a importação de café do Peru por causa do receio da transmissão de um fungo que vem atacando as lavouras do país vizinho. A decisão foi publicada hoje (21) no Diário Oficial da União e vale até que o governo peruano apresente um plano de trabalho para erradicar o fungo, que também afeta as culturas de cacau e de cupuaçu.

Veja Mais
Greve dos bancários chega ao 19º dia com 144 agências sem atendimento
FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano

Segundo o Ministério da Agricultura, que publicou a resolução com a suspensão, o plano de trabalho deverá conter informações sobre a produção de grãos verdes de café, as pragas presentes e os tratamentos fitossanitários usados e as medidas adotadas para reduzir o risco de contágio no comércio internacional de café. O documento precisa ser aprovado pelo Departamento de Sanidade Vegetal do Ministério da Agricultura para que as importações sejam liberadas.

Segundo o estudo que serviu de base para a decisão, o café pode ser o principal veículo para disseminação do fungo, existente na maioria das regiões produtoras de café no Peru. O organismo causa a monilíase do cacaueiro, doença que ataca as culturas do café, do cacau e do cupuaçu e ainda não chegou ao Brasil. A contaminação ocorre por meio do transporte de frutos infectados, de material vegetativo e de embalagens com esporos do fungo.

FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano
Foi aprovado nesta semana pelo Ceif (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis) do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) ...
Dólar comercial fecha a semana em queda e cotado a R$ 3,24
Após duas altas seguidas do dólar comercial durante a semana, a moeda norte-americana fechou nesta sexta-feira (23) cotado a R$ 3,247 na venda e com ...
Desemprego desacelara, e MS cria mais 1.077 vagas de trabalho em agosto
Mato Grosso do Sul abriu 1.077 empregos formais a mais no mês de agosto -equivalentes ao acréscimo de 0,21% -, em relação ao estoque de assalariados ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions