A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

16/12/2014 09:10

Setor de serviços cresce 0,9% em MS, bem abaixo da média nacional de 5%

Caroline Maldonado
Serviços de informação e comunicação, seguem apresentando crescimento, com alta de 2,1% em outubro (Foto: Marcos Ermínio)Serviços de informação e comunicação, seguem apresentando crescimento, com alta de 2,1% em outubro (Foto: Marcos Ermínio)

O setor de serviços em Mato Grosso do Sul apresentou crescimento de apenas 0,9% em outubro, em relação ao mesmo mês do ano passado, ficando no último lugar entre os 23 Estados que tiveram bom desempenho no período. O crescimento é bem inferior a média nacional, de 5,2%, e baixo também em comparação ao registrado em setembro, de 2,3%.

Veja Mais
Setor de serviços movimenta R$ 12,5 bilhões e cresce 59,3% em 2012
Setor de serviços se recupera e tem alta de 2,3% em setembro

Os dados divulgados, nesta terça-feira (16), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que Pernambuco (1,4%) e Minas Gerais (1,7%) também registraram crescimento pouco expressivo. Os Estados do Amapá (-6,3%), Roraima (-4,7%), Sergipe (-4,5%) e Mato Grosso (-1,2%), por sua vez, apresentaram variações negativas.

Brasil - A alta do setor em todo o país é inferior à taxa de setembro, de 6,4%, mas superior a de agosto, de 4,5%. As taxas acumuladas no ano e em 12 meses foram 6,5% e 6,8%, respectivamente, de acordo com o IBGE.

Dentre os segmentos com bom desempenho, destacam-se serviços prestados às famílias, que registraram crescimento de 6,8%; serviços de informação e comunicação, com alta de 2,1%; serviços profissionais, administrativos e complementares, com alta de de 11,3%; transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, com crescimento de 3,1% e outros serviços, que tiveram alta de 11,5%.

Os dados são da PMS (Pesquisa Mensal de Serviços), o primeiro indicador conjuntural mensal que investiga o setor de serviços no país, abrange as atividades do segmento empresarial não financeiro, exceto os setores da saúde, educação, administração pública e aluguel imputado, aquele valor que os proprietários teriam direito de receber se alugassem os imóveis onde moram).

Setor de serviços se recupera e tem alta de 2,3% em setembro
O setor de serviços em Mato Grosso do Sul voltou a se recuperar em setembro após uma queda em agosto. No nono mês do ano, comparado com o mesmo perío...
Renda do setor de serviços, que vinha em alta, tem queda brusca em MS
Em junho, Mato Grosso do Sul registrou aumento de 2,6% na receita do setor de serviços, em comparação com o mesmo mês do ano passado. O crescimento é...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions