A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

16/05/2016 18:13

Tribunal de Contas vê falhas em projeto e multa responsáveis por usina

Renata Volpe Haddad
Usina foi inaugurada em 2013 e tem falhas no projeto. (Foto: Divulgação)Usina foi inaugurada em 2013 e tem falhas no projeto. (Foto: Divulgação)

O TCU (Tribunal de Contas da União) encontrou falhas no projeto básico da Usina São Domingos, em Água Clara, distante 198 km de Campo Grande, e determinou que a Eletrosul apure as responsabilidades da empresa projetista Hydros Engenharia Ltda e lntertechne Consultores S.A. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (16) no Diário Oficial da União).

Veja Mais
Após embargo, usina São Domingos terá rampa para transposição de peixes
Governo realiza audiências públicas sobre impacto da usina São Domingos

De acordo com o Acórdão do relator Benjamin Zymler, o então engenheiro civil da Eletrosul e coordenador das obras da usina, Ademir Antônio Valentini e os gerentes do Departamento de Engenharia de Geração, Anderson Eduardo Santana e José Roberto Ramalho Calleja foram multados em R$ 5 mil cada um.

Segundo a publicação, os três têm 15 dias a partir da notificação, para quitação da dívida. Além do pagamento da multa, foi determinado que a Eletrosul apure as responsabilidades das empresas contratadas para a prestação de serviços de engenharia, pelas falhas constatadas no projeto básico da Usina São Domingos, adotando as medidas que entender cabíveis para reaver os eventuais danos observados.

A Eletrosul tem o prazo de 120 dias para entregar ao TCU o resultado da apuração e as providências adotadas. O Campo Grande News entrou em contato com a Eletrosul, porém, a reportagem foi informada que o presidente está em viagem.

Usina - A usina São Domingos aproveita o potencial do rio Verde, nos municípios de Água Clara e Ribas do Rio Pardo e acionou a segunda turbina em julho de 2013. Desta forma, atingiu a capacidade máxima, que é a geração de 48 megawatts, suficiente para atender ao consumo de aproximadamente 550 mil habitantes.

A primeira turbina foi acionada em 14 de junho. Com investimento de R$ 485 milhões e maior obra do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) no Estado, a usina deveria entrar em operação em setembro de 2012, mas passou por diversos percalços.

Em maio de 2012, a construção chegou a ser suspensa por falta de projeto para transposição dos peixes. Também em 2012, funcionários atearam fogo a alojamentos e o TCU (Tribunal de Contas da União) mandou refazer contratos para evitar desperdício de R$ 8,8 milhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions