A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

11/01/2016 13:00

Uso de hidrovia pode recuperar queda de 56% em exportações

Caroline Maldonado
Corumbá sedia maiores usinas de minério de MS (Foto: Tudo MS)Corumbá sedia maiores usinas de minério de MS (Foto: Tudo MS)

As exportações de produtos de Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, caíram 56,5% em 2015, na comparação com o ano anterior. O município é o terceiro maior exportador de Mato Grosso do Sul, conforme a Semade (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico).

Veja Mais
Imasul anuncia vistorias semestrais em barragens de minérios do Estado
Vale tem duas barragens com rejeitos de minério de alto risco no Pantanal

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck, estão sendo viabilizadas melhorias nos portos do município, que podem impactar nesses números.

“O governo do Estado está fazendo esforços para ampliar o uso da hidrovia do Paraguai. Já fizemos a reativação de Porto Murtinho e estamos viabilizando melhorias nos portos de Corumbá”, informou o secretário sobre a cidade que tem grande produção de minério de ferro. O valor total da exportação do município caiu de R$ 579,1 mil para R$ 251,5 mil.

Com isso, Corumbá deixou para Campo Grande o lugar de segundo maior exportador. Três Lagoas, o primeiro maior e responsável por 23,9% do total exportado também registrou retração nas vendas externas. O montante caiu 1,91%, passando de R$ 1,15 milhão para R$ 1,13 milhão.

Campo Grande registrou queda de 37,2% nas vedas para outros países. O valor do volume exportado passou de R$ 528,1 mil para R$ 331,3 mil. A Capital, que produzia 10% do total exportado pelo MS, agora tem 7% de participação.

Entre os estados que apresentaram aumento nas vendas externas se destacam Bataguassu, com aumento de 132,7%; Dourados, com 44,8% e Chapadão do Sul, com 36,6%.

Os números mostram que houve superávit da balança comercial sul-mato-grossense no ano de 2015, que chegou a US$ 1,3 bilhão, contra U$ 8,3 milhões em 2014, resultado decorrente da queda nas importações no Estado e do desempenho na agricultura, principalmente na produção de milho e soja.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions