A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

29/07/2014 14:54

Venda de materiais para construção sofre queda e ano deve fechar em baixa

Liana Feitosa
Vendas desaceleraram e ano deve fechar em baixa. (Fotos: Marcelo Victor)Vendas desaceleraram e ano deve fechar em baixa. (Fotos: Marcelo Victor)

As vendas de materiais para construção caíram 13,6% em junho de 2014 na comparação com o mesmo mês do ano passado. A informação foi divulgada ontem (28) pela Abramat (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção).

Veja Mais
Atividade da construção civil completa sete meses consecutivos em queda
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25

Para empresários da Capital, tudo indica que a Copa, com seus feriados e folgas, assustou o consumidor. "Esse mês está pouca coisa melhor do que junho. O fluxo diminuiu muito no mês passado e somente agora as vendas estão voltando a subir", conta Wagner Santos, gerente da loja Colorado.

Wagner acredita ainda que as chuvas, incomuns nessa época do ano, também contribuíram para o pouco movimento, já que os materiais dependem de tempo estável para serem utilizados.

Em relação a junho, o gerente de vendas Isanonis de Oliveira, da loja Alvorada, conta que as vendas aumentaram cerca de 15%, mas a tendência é que a procura aumente. "As vendas aumentam a partir de agosto e setembro porque o cliente quer a casa reformada até o final do ano, para receber a família e amigos para as festas de fim de ano", explica.


Até o mês passado, a Abramat calculava que o brasileiro iria gastar cerca de R$ 5,7 bilhões com reformas e reparos de imóveis, o que significava 4,5% de crescimento em relação a 2013. No entanto, os dados apontam para um recuo de 4,6% nas vendas nos primeiros seis meses do ano em relação ao mesmo período de 2013. Sendo assim, a previsão para o fechamento de 2014 foi revisada para baixo e indica um crescimento de apenas 2% em relação ao ano passado.

De acordo com Abramat, expectativa para o setor era superior no início do ano.De acordo com Abramat, expectativa para o setor era superior no início do ano.
Atividade da construção civil completa sete meses consecutivos em queda
O indicador de nível de atividade da construção civil brasileira alcançou 44,5 pontos em junho, de acordo com a sondagem do setor, feita pela Confede...
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions