A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

06/02/2014 13:53

Cultura recebe verba dos editais de 2013 e contempla 59 projetos

Paula Maciulevicius
Verba de R$ 1,7 milhão corresponde ao edital aberto em agosto de 2013. (Fotos: Cleber Gellio)Verba de R$ 1,7 milhão corresponde ao edital aberto em agosto de 2013. (Fotos: Cleber Gellio)

Assinado nesta quinta-feira, o repasse referente aos editais do FMIC (Fundo Municipal de Investimentos Culturais) e Fomteatro (Programa Municipal de Fomento ao Teatro) contempla 59 projetos a serem executados neste ano. A verba correspondente ao edital de agosto de 2013, é de R$ 1,7 milhão.

Veja Mais
Escritor João Ubaldo Ribeiro morre aos 73 anos no Rio de Janeiro
Grupos de teatro se mobilizam no Paço pela implantação do Sistema de Cultura

A maior parte do dinheiro, quase R$ 1,3 milhão, será dividida entre projetos de Investimentos Culturais. O restante, R$ 379 mil, para o Teatro.

A assinatura contou com a presença do prefeito Alcides Bernal (PP), o diretor-presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), Júlio Cabral, o presidente do Fórum Municipal de Cultura, Ângelo Arruda e do Conselho Municipal de Cultura, Vitor Samudio.

Os representantes do movimento lembraram o momento histórico, da vitória do 1% para a Cultura. A luta de 10 anos chegará ao fim, pelo menos no âmbito municipal, a partir deste ano, com a liberação da verba de R$ 4 milhões para os editais de 2014.

“Foi um dos melhores movimentos que a cidade já viu, duradouro, de pessoas que se dispuseram a fazer com que a cultura seja apropriada não só ao artista e um pequeno grupo, mas por toda a cidade”, frisou Samudio.

Diretora do grupo Camalote, Marlei Sigrist frisa que a cultura é a melhor vitrine para o poder público. Diretora do grupo Camalote, Marlei Sigrist frisa que a cultura é a melhor vitrine para o poder público.

O presidente do Conselho, Ângelo Arruda, disse que a luta não se concretiza sem a força política. “Não há como fazer cultura sem recurso” e classificou como ‘gigante’, a perspectiva de recursos este ano. “Quem atua na cultura sabe o valor dessa solenidade”, resumiu.

Diretora e coordenadora do grupo Camalote, um dos contemplados pelo FMIC, Marlei Sigrist, falou dos planos de dar maior visibilidade ao teatro local. “A cultura é a grande vitrine de poder público e acho que essa verba tem a grande possibilidade de dar muito mais visibilidade e não só em Campo Grande. Exportar o que se faz aqui”, comentou.

O grupo de dança folclórica apresentou o projeto “Pelos caminhos de Peabiru”, espetáculo montado ano passado, em comemoração a 10 anos do grupo. A mesma ideia será trabalhada este ano. Com a verba, Marlei explica que o figurino será reforçado, assim como o número de apresentações.

No palco, cerca de 50 artistas perpassam os caminhos construídos pelos indígenas, antes de Colombo chegar à América. A apresentação também deve seguir para Curitiba. “A locação de um ônibus, por exemplo, é R$ 20 mil de um estado para o outro”, contabiliza os gastos.

Para 2014, tanto o Fórum como o Conselho Municipal, estão em conversa com a Fundac para que o edital seja aberto ainda neste mês ou até março. Com isso, ao mesmo tempo em que artistas executam peças contempladas em 2013, novas produções planejam as Artes para o segundo semestre, de forma a fechar um calendário de apresentações culturais sem interrupção.

“Estamos conversando para lançar o mais rápido possível. Queremos fazer um ato de impacto, porque será apresentação do primeiro edital com o 1% para a Cultura, mas precisa de alguns ajustes”, declarou o diretor-presidente da Fundac, Júlio Cabral.

Cabral explicou que o edital de 2013 só ganhou adequações em cima dos anteriores,mas que para este ano, terá entre outras novidades, parecedores de fora, para dar mais transparência ao processo.

“Vamos cumprir parte do plano de cultura e vamos investir na formação. Preparar agentes culturais e propositores”, finalizou Cabral.

Grupos de teatro se mobilizam no Paço pela implantação do Sistema de Cultura
Coletivos da Cultura de Campo Grande protestaram no final da manhã desta quarta-feira (11), em frente ao Paço Municipal, pela implantação do Sistema ...
Fundação abre inscrições para atrações de MS no Festival de Bonito
A Fundação de Cultura do Governo do Estado abriu inscrições para selecionar espetáculos musicais e cênicos de Mato Grosso do Sul para compor a progra...



parabens Cabral
com o apoio da secretaria municipal de cultura
levaremos aos bairros de Campo Grande as nossas noites de serestas
que estava esquecida.A comitiva da seresta com o seu apoio voltará com os melhores seresteiros,levando cultura e entretenimento ao nosso povo.
olga ( seresteiradanoite) escritora e seresteira abraços.
 
olga tomaz em 12/02/2014 16:38:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions