A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

26/07/2011 08:56

Na véspera do Festival de Bonito, rede hoteleira já está 98% lotada

Vinícius Squinelo

Dificuldade em encontrar hospedagem pode atrapalhar turistas de última hora

Expectativa de 50 mil turistas durante os cinco dias de festa em bonito(foto: Edemir Rodrigues/Notícias MS)Expectativa de 50 mil turistas durante os cinco dias de festa em bonito(foto: Edemir Rodrigues/Notícias MS)

Na véspera da abertura do 12º Festival de Inverno de Bonito, que neste ano irá homenagear o cantor sul-mato-grossense Ney Matogrosso, os hotéis e pousadas da cidade já estão praticamente 100% lotados, segundo dados preliminares da Secretaria de Turismo da cidade. A festa vai até dia 31, com mais de 50 atrações, entre música, cinema e arte.

Em contato com cinco hotéis e pousadas de Bonito, apenas uma apresentou disponibilidade de um quarto para os cinco dias de festa, uma suíte para duas pessoas, com o custo de R$ 748,00 diários.

A expectativa é um público de 50 mil visitantes em Bonito durante o Festival, número quase três vezes maior que a população da cidade, de 20 mil. Porém, a lotação não desanima o secretário de Turismo da cidade, Augusto Mariano. “Acho que vamos ultrapassar os 100% de lotação, com camping, pessoas que colocam espaços nas próprias casas para alugar e até colchões nos hotéis”, comentou o secretário.

Para o turista de última hora, que tiver sorte em conseguir vagas em Bonito, os preços variam muito. A diária do quarto individual pode ser encontrada na faixa de R$ 85,00 a R$ 226,00, os chalés para duas ou três pessoas entre R$ 160,00 e R$ 250,00 e as cabanas podem ser encontradas com preços diários de R$ 200,00 a R$ 300,00. A opção também são os albergues, com preços entre R$ 20,00 a R$ 30,00 por dia.

Para quem gosta de um pouco mais de comodidade os quartos suítes, de duas a cinco pessoas, podem ser encontrados com preços diários entre R$ 700,00 e R$ 2 mil. Outra opção são os pacotes, com passagens aéreas inclusas; um pacote de quatro dias pode ser comprado por R$ 1.242,00 para duas pessoas, porém, assim como os hotéis, a chance de se encontrar uma vaga é baixa.

Falando em passagens aéreas, quem não quiser chegar à Bonito de ônibus vai perder o primeiro dia de festa. A única companhia aérea com voos disponíveis para itinerário Campo Grande – Bonito possui vagas somente para dia 28, ao preço de R$ 299,00.

Ainda segundo previsão da Secretaria de Turismo, os dois primeiros dias, quarta-feira e quinta-feira devem ser menos movimentados; e o maior público deve ser registrado na sexta-feira e no sábado.

O 12ª Festival de Inverno de Bonito irá homenagear o cantor sul-mato-grossense, Ney Matogrosso, que completa 70 anos no dia 1º de agosto. Está será a primeira homenagem oficial que o governo do Estado irá oferecer ao artista.

Natural de Bela Vista, desde pequeno, Ney manifestava seu talento artístico no canto, na dança e interpretação. Ele atua ainda como coreógrafo, iluminador e diretor de peças.

Além do seu reconhecimento artístico pelo mundo, Ney também é defensor dos direitos dos animais. No Rio de Janeiro (RJ), onde mora, ele tem uma área de preservação ambiental, onde vivem micos-leões-dourados, animais ameaçados de extinção.

Essa demonstração de sensibilidade do artista com meio ambiente, irá abrilhantar e unir a cultura, turismo a preservação ambiental durante o Festival de Inverno da cidade de Bonito, que este ano foi considerado pela 9ª vez, o melhor destino de ecoturismo do País.

Programação- Na programação artística do evento, haverá shows com Almir Sater (27), Erasmo Carlos (27), Ney Mato Grosso (28), Marcelo Camelo (29), Falcão e os Locoumotivos (29), Martinália (30) e Jota Quest.(30) Também se apresentarão os artistas da terra, Giane Torres, Alicea, Sarravulho, Jonavo e Barulho Zen, Zé Pretim, Léo Verão, Muchileiros, Marina Dalla, Jaílson Junior e Banda e Kalu e Banda.

Teatro- Haverá apresentações cênicas com as peças Incontornáveis, do grupo Mercado Cênico, Encruzilhada – O último Cabaré, do grupo Circo do Mato, A fqarsa do bom enganador, com grupo Buraco D´oráculo (SP), Espetáculo sério, meio sério e nada sério, do Companhia Bubiô, Fico Lô (SP), além das apresentações de stand-up comedy com o grupo os Babacos, e do monólogo, Gandhi, um líder servidor com o ator João Signorelli.

A programação também contempla a literatura com escritores, entre eles, Rubens Alves, exposições de artes plásticas, exibições de vídeos e espetáculos de danças, como o “Plagium”, do grupo Dança Urbana e o “Jeeans”, do grupo Funk-se.

Documentário "Home - O mundo é a nossa casa" será atração no Festival de Bonito
O documentário "Home - O mundo é a nossa casa" será atração no Festival de Bonito nesta quinta-feira do Festin (28 de julho), às 18h45, no auditório ...
Fundação de Cultura divulga selecionados regionais para Festival de Bonito
A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul divulgou as atrações regionais escolhidas para o 12º Festival de Inverno de Bonito.De 22 inscritos para a...
Inscrições de artistas locais para Festival de Bonito vão até sexta-feira
O cachê pela apresentação será de R$ 2,5 milA Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul recebe até o dia 15 de abril as inscrições para os interessa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions