A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

31/01/2011 17:37

Curta produzido em MS estréia sábado em cinema da Capital

Marcio Breda

"Ela veio me ver" é atração da última Mostra de Cinema Tiradentes

Filme de 16 minutos apresenta de forma singela e inocente a luta contra ansiedade, medo, insegurança e timidezFilme de 16 minutos apresenta de forma singela e inocente a luta contra ansiedade, medo, insegurança e timidez

O curta metragem "Ela veio me ver", do cineasta Essi Rafael, de Aquidauana, uma das atrações da última Mostra de Cinema de Tiradentes, estréia no próximo dia 5 de fevereiro (sábado), às 10h30, no cinema Cinemark, na Capital.

Rodado em Campo Grande, filme de 16 minutos apresenta de forma singela e inocente uma luta contra ansiedade, medo, insegurança e timidez e traduz sentimentos universais.

Conta a história de dois adolescentes, interpretados por Geraldo Espíndola Filho e Maria Eugênia Pacheco. Juntos pela primeira vez em uma tarde de sol da Capital, os adolescentes sentem o frio na barriga de estarem ao lado de quem se gosta e ao mesmo tempo não saber como agir.

Essi Rafael Mongenot, de 22 anos, diretor do curta, produz vídeos independentes que já ganharam a grande tela, como "Um conto de solidão", curta de 2008 exibido em Gramado e no Rio de Janeiro e premiado no 6º Festival de Cinema de Campo Grande e no Fuá 2009 (Festival Universitário de Audiovisual).

O filme foi produzido ao longo de dois anos com recursos do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura da Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande (FUNDAC) e apoio da Casa de Cinema de Aquidauana.

Na equipe técnica, estiveram presentes profissionais como Maurício Copetti, diretor de fotografia também premiado no Festival de Cinema de Campo Grande e realizador do vídeo institucional "Pantanal de Aquidauana" e Carol Araújo, produtora e preparadora de elenco, integrante da equipe do longa-metragem "Cabeça a Prêmio".

Prazo para inscrever atrações no Festival de Inverno de Bonito termina hoje
Termina nesta quinta-feira (3) o prazo para os interessados em inscrever atrações culturais para a 15ª edição do Festival de Inverno de Bonito. O eve...
Projeto "Um Violão Entre Amigos" traz concerto de violonista para Campo Grande
Para encerrar o projeto “Um Violão Entre Amigos”, patrocinado pelo FIC (Fundo de Investimentos Culturais), nesta sexta-feira (20) acontece o recital ...
Último dia de desfile do Grupo Especial no Rio tem homenagem a Zico e a Senna
No segundo dia de desfile das escolas de samba que integram o Grupo Especial, o público terá uma festa que inclui homenagens a dois esportistas consa...



Tudo se resume em uma coisa: DINHEIRO!
Enquanto o poder público não investir numa infra-estrutura que favoreça o crescimento dessa arte (o cinema) no MS, ficaremos consumindo o que SP e RJ produzirem. Potencial e talento nós temos, falta $$$.
 
guaraci mendes em 03/02/2011 12:13:13
Maximiliano, não é se presta ou não... O importante é que alguém está acreditando, tem projeto, tem talento e aposta nisso! A´perfeição e qualidade vem com o tempo. O melhor ainda é que o poder público está mesmo de forma tímida apoiando a inciativa! Vida longa para o cinema, curta ou longa; o melhor é que o cinema sempre estará vivo na vida das pessoas. Sou "piolho" de cinema. Cresci acompanhado meu velho e amado pai operando a máquina do único cinema da minha cidade. Era propriedade do meu avô. Cine Palácio, mais conhecido como: "CINE PUEIRINHA"...Lá aprendi a amar o cinema! Que saudades! Olha só, Essi Rafael Mongenot, com apenas 22 anos, diretor do curta, produz vídeos "independentes" que já ganharam a grande tela. Um feito para nos orgulharmos dessa juventude que faz acontecer! (muitos nessa idade está aí mergulhados nas drogas e no mundo do crime) Outra produção desse jovem como "Um conto de solidão", curta de 2008 exibido em Gramado e no Rio de Janeiro e premiado no 6º Festival de Cinema de Campo Grande e no Fuá 2009 (Festival Universitário de Audiovisual). Brilhante! Participei dias 16 e 17 de janeiro aqui em Campo Grande do Encontro das ABDs (Associação dos Documentaristas) do CENTRO ESTE, vi lá algumas fitas (curtas). Estou presidendindo uma endidade (AMAPE) somos PONTO DE EXIBIÇÃO DE CINEMA com apoio da ABD nacional, Ministério da Cultura e ACV/MS (Associação de Cinema e Vídeo de MS). Conseguimos telão, som e acervo de fitas nacionais e documentários. Nossa comunidade não pode reclamar! Temos cinema por aqui! Dia 07, segunda feira teremos um encontro com alguns cineastas as 20h, vamos ver uns curtas. Voce MAXILIANO e nossa comunidade estão convidados PARA Dia 07/02/2011 as 20h na AMAPE - Av. Orlando Daros 279 - Parque Residencial Maria Aparecida Pedrossian. Lá, vai estar meu amigo Sergio Santeiro, professor da Escola de Cinema da Universidade Fluminese (RJ) - Ex Presidente da ABD Nacional e Cândido Alberto presidente da ACV/MS e mais alguns apaixonados pelo cinema como Reinaldo Paes de Barros e David Cardoso...(os dois com curtas recém produzidas) Vai ser o "ponta pé" para abrir nossa temporada do PONTO DE CULTURA DE 2011 na AMAPE. VIVA O CINEMA!
 
Janio Batista de Macedo em 03/02/2011 09:55:53
Essi, parabéns por suas produções. Vou ver o filme, com certeza.
 
Cléia Rocha em 02/02/2011 09:04:41
Falta mais cursos de graduação na área de audiovisual.. Em Campo Grande temos o que? Radio e TV na UCDB e...?
 
Iann Gabriel em 02/02/2011 07:00:31
Porque não acreditar ? Mato Grosso do Sul tem revelado grandes talentos que só chegaram lá através do incentivo e do crédito em seu trabalho. vá em frente!!!
 
José Inácio em 02/02/2011 05:59:53
SERÁ QUE PRESTA? EU VOU CONFERIR.
 
MAXIMILIANO NAHAS em 02/02/2011 05:22:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions