A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

29/11/2016 13:45

Atlético de Medellin pede que Chapecoense seja declarada campeã

Amanda Bogo
Atletas do Nacional fazem roda de oração em homenagem as vítimas do acidente aéreo (Foto: Reprodução/ Facebook)Atletas do Nacional fazem roda de oração em homenagem as vítimas do acidente aéreo (Foto: Reprodução/ Facebook)

O Atlético Nacional de Medellín emitiu nota na tarde desta terça-feira (29), pedindo que a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) declare a Chapecoense como campeã da Copa Sul-Americana. Os times se enfrentariam amanhã (30), pelo primeiro jogo da final da competição.

Veja Mais
Clubes brasileiros vão emprestar atletas para a Chapecoense
Mudança de plano tirou piloto de Aquidauana do voo da Chapecoense

No texto, o time de Medellín diz estar sensibilizado com a tragédia inesperada que ficará registrada por toda a vida, deixando uma marca no futebol latino-americano e mundial. 

O time continua dizendo que após se preocupar com a parte humana, e pensando no aspecto competitivo, emite o comunicado convidando a Conmebol a dar o título de campeão da Copa Sul-Americana à Chapecoense como forma de honrar sua grande perda. A equipe encerra dizendo que "da nossa parte, e para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana de 2016".

Acidente - A tragédia ocorreu na madrugada desta terça-feira (29), na cidade de La Unión, próximo a Medellín, na Colômbia. O voo da LaMia, matrícula CP2933, fretado, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia.

Na quarta-feira (30), a Chapecoense enfrentaria o Atlético Nacional de Medellin, na primeira partida pela final da Copa Sul-Americana. As atividades da competição foram suspensas.

Estavam a bordo 81 pessoas, sendo 72 passageiros e nove tripulantes. Ao menos 21 jornalistas de jornais esportivos estavam no avião.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions