A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

09/11/2016 17:33

Com aporte de R$ 300 mil, segundo maior rali do mundo chegará a Bonito

Amanda Bogo
Piloto faz trajeto entre entre Cavalcante (GO) e Posse (GO) durante terceira etapa do Rally dos Sertões de 2016 (Dunas Race/Rockset/Vipcomm)Piloto faz trajeto entre entre Cavalcante (GO) e Posse (GO) durante terceira etapa do Rally dos Sertões de 2016 (Dunas Race/Rockset/Vipcomm)

Foi lançada na tarde desta quarta-feira (9), durante a Rota do Desenvolvimento, realizado no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande, a etapa 2017 do Rally dos Sertões, principal evento da modalidade esportiva do país e o segundo maior do mundo. Na edição que comemora 25 anos de competição, a chegada será realizada pela primeira vez em Bonito, distante 257 km da Capital. 

Veja Mais
Bonito será ponto de chegada em edição comemorativa do Rally dos Sertões
Plano para Morenão ajusta capacidade de público com foco na segurança

O Rally dos Sertões começará no dia 19 de agosto, com largada em Goiânia (GO). A chegada em Bonito está prevista para o dia 26 de agosto.

Autoridades do Governo do Estado e diretores da Dunas Racing, empresa responsável pelo evento, estiveram presentes.

De acordo com Renato Roscoe, titular da Sectei (Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação), as negociações estão sendo feitas junto a Dunas Racing, e inicialmente serão investidos R$ 300 mil do Fundo Estadual de Turismo para organizar a competição. "A intenção é a promoção do nosso Estado para o país e para o mundo como destino de ecoturismo. Queremos atrair as atenções e mostrar como é aqui", afirmou. 

Renato destaca que uma das principais preocupações quanto a realização do Rally dos Sertões é a preservação ambiental dos locais por onde o evento passa. "Nossa principal preocupação é com a fragilidade do pantanal, mas a própria organização falou sobre isso antes e também demonstrou estar preocupada e ter consciência ambiental. O evento não entra na planície pantaneira". 

O roteiro das cidades por onde o Rally irá passar não foi divulgada, porém, de acordo com Marcos Ermínio de Moraes, presidente da Dunas Racing, Mato Grosso do Sul terá três etapas. Ainda foi revelado no evento que os pilotos irão entrar no Estado por Costa Rica, passar por Bodoquena antes de chegar em Bonito. A rota completa deve ser divulgada em março do próximo ano.

"O Rally dos Sertões movimenta a economia local, são cerca de duas mil pessoas envolvidas. Equipes técnicas monitoram as estradas e avisam a população, prefeitos e comerciantes de que as carretas e equipes estão chegando no município. Um dos pontos mais importantes, além do lado ambiental, é mostrar que além da pecuária e da agricultura, tem o turismo no Estado", afirmou Marcos. 

A vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), esteve na cerimônia. Para ela, o evento tem uma importância não só econômica, mas cultural para Mato Grosso do Sul.

"É uma oportunidade brilhante de mostrar para o mundo, além de ajudar o sul-mato-grossense a comemorar os quarenta anos do estado. Também é importante destacar o que o Rally vai deixar para nós. Estamos satisfeitos, reconhecemos que em um momento como esse, um evento como esse anima o povo brasileiro. Temos gratidão pela oportunidade e todo o Governo está a disposição para que esse seja o melhor rally de todos", finalizou.

Rally dos Sertões - O Rally dos Sertões começou a ser disputado em 1991, com a edição do Rally São Francisco, entre Ribeirão Preto (SP) e nas praias de Maceió. Em 1995, grandes nomes do motociclismo começaram a disputar a prova. Na mesma edição, houve a inclusão dos carros 4x4 na disputa.

Atualmente são disputadas as categorias carros, motos, quadriciclos e UTVs. Na edição deste ano, os vencedores foram Cristan Baumgart e Beco Andreotti, Gregorio Caselani, Edgley Sobrinho e Bruno Sperancini e Breno Rezende, respectivamente.

Feira com oito modalidades esportiva começa amanhã em Campo Grande
Começa nesta sexta-feira (9) em Campo Grande a primeira edução da Expofitness MS, feira especializada em modalidades esportivas de força e resistênci...
Aulas gratuitas de slackline são oferecidas em três polos da Capital
Aulas de slackline estão sendo oferecidas de forma gratuita para campo-grandenses. Os interessados em aprender o esporte podem receber orientações na...



Tenho duvidas se rally é algo realmente que não detona o meio ambiente,
ou se o interesse das "autoridades" é puramente comercial. Porque aquele
monte de carros andando "no gás" nas estradas de Bonito pode detonar
as estradas, atropelar animais, etc. Se na estrada para Corumbá que é
asfaltada tem um monte de radar pro povo não atropelar animais, imagina
numa estrada vicinal! Sou totalmente contra este rally.
 
Edilmar Alves em 10/11/2016 11:20:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions