A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


26/11/2016 07:00

Cenário preocupante levou governo a adiar reforma

Waldemar Gonçalves

Preocupantes – Logo após o primeiro turno das eleições, a Secretaria de Estado de Fazenda mostrou números preocupantes à cúpula do governo Reinaldo Azambuja (PSDB). Era preciso diminuir o tamanho da máquina para garantir sua saúde financeira. O líder tucano, então, anunciou uma reforma administrativa, a ser feita após o período eleitoral e as mudanças começaram a ser desenhadas na prancheta dele.

Mais preocupantes – Ocorre algum tempo depois a Sefaz mostrou novos números a Reinaldo, ainda mais preocupantes. O desenho da reforma, então, precisou recomeçar do zero, para reduzir ainda mais o tamanho do Estado. Foi este cenário cada vez mais nebuloso, e que aflige inclusive de forma mais grave boa parte dos estados atualmente, que obrigou o governador a adiar para 2017 a execução de sua reforma administrativa.

Fora dos planos – As explicações sobre as projeções das mudanças na gestão tucana são do chefe da Casa Civil, Sérgio de Paula. Ele diz que o foco não está em trocar este ou aquele secretário, ou seja, não se trata de uma reforma política no Executivo. O que existem neste sentido, completa, são avaliações semestrais de todas as pastas, quando são cobrados resultados e receitas. Mudas o primeiro escalão não está nos planos.

Oferta – “Quem quiser comprar Campo Grande tem que pagar R$ 50,7 bilhões”, brincou o secretário de Planejamento, Finanças e Controle, Disney Fernandes, durante lançamento do IPTU 2017, ontem. O montante representa a soma do valor venal de todos os imóveis da Capital.

A receber – Durante o evento, Disney informou que a dívida ativa do município é de R$ 2,3 bilhões. Sendo que R$ 1 bilhão somente de débitos com IPTU. Para recuperar uma parte deste dinheiro, a Prefeitura lançou o Programa de Conciliação Fiscal, que facilita o pagamento para contribuintes devedores. Segundo o secretário de finanças, a estimativa de arrecadação pelo programa é de R$ 20 a R$ 30 milhões.

Alinhado – Um dos que aproveitaram a black friday ontem é o vereador eleito André Salineiro (PSDB). Estava ontem na Aramis Menswear, no Shopping Campo Grande, marca escolhida por boa parte dos endinheirados, executivos, políticos e empresários, escolhendo os ternos que usará na posse e, depois, no início de sua vida legislativa. Em dias 'normais', um terno da grife pode custar de R$ 600 a R$ 3 mil.

Mudando demais – Deputados federais de Mato Grosso do Sul reclamaram de constantes mudanças do relatório sobre o pacote anticorrupção, que está em votação no Congresso Nacional. Alegam que, com tantas mudanças, precisarão analisar com cuidado cada artigo, para depois não serem surpreendidos.

Estudando melhor – Um dos membros da bancada federal sul-mato-grossense, Elizeu Dionizio (PSDB) disse ontem que aproveitará o fim de semana para analisar as últimas mudanças. Ele lembra que algumas questões precisam ser melhor debatidas, antes da aprovação no plenário.

Viagem – Acusado de ser ‘laranja’ em suspeitas aquisições de imóveis do ex-prefeito Gilmar Olarte (Pros), Evandro Farinelli pediu autorização à Justiça para viajar a Rondonópolis, onde quer ir com a família encontrar parentes. O pedido era para se ausentar de Campo Grande desde ontem, com a promessa de retornar na segunda-feira (28).

Em cima da hora – Protocolada na segunda-feira (21), a solicitação não foi feita antes, justificou a defesa, por conta de “problemas pessoais”. À Justiça, Evandro informa que a viagem será feita com seu carro e na companhia da esposa e filhos.

(com Leonardo Rocha, Richelieu de Carlo, Ricardo Campos Jr. e Mayara Bueno)

Comitiva pantaneira trabalha para contornar crise do gás
Comitiva pantaneira – Para exigir que a Petrobras volte a importar mais gás boliviano, uma verdadeira comitiva pantaneira chegou ontem ao Palácio do ...
Pisada de bola da Petrobras pode atingir até salários
Todo o gás – Nesta terça-feira (21), em Brasília, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), reúne-se com o ministro-chefe da Casa...
Reforma do governo começa a sair do papel hoje
Mudanças - A população conhece hoje, os detalhes da reforma administrativa que será realizada pelo governo do Estado. As mudanças em incentivos fisca...
Pedem de tudo ao prefeito, até para dar recado ao vizinho
Prefeito na rua – O campo-grandense já sabe que o prefeito Marquinhos Trad (PSD) dedica parte do tempo na rua, vistoriando obras. E tem gente que and...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions