A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


11/11/2016 06:00

Mais um capítulo na briga entre prefeito e vereadores

Waldemar Gonçalves

Indeciso – O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), diz que ainda não definiu o preço da tarifa do transporte coletivo para 2017. Ontem, falou que “estão trabalhando” nesta questão, mas não há decisão nenhuma por aumento, apesar de já ter dito, em ocasiões anteriores, que haveria reajuste dentro dos índices de inflação.

Veja Mais
Time de Marquinhos garante 'paz' na transição
O dia que o transporte andou, andou e não saiu do lugar

Estado – Bernal diz que conversará com o Governo do Estado em busca de isenção no ICMS para ajudar a baratear os custos da passagem de ônibus. Se ele vai renovar para o próximo ano a dispensa dos 5% de pagamento de ISS pelas empresas, nenhuma definição até agora.

Guerra antiga – Na mais nova batalha entre Executivo e Legislativo de Campo Grande está a decisão de que as operações tapa-buraco só podem acontecer, em ruas e avenidas com grande fluxo de veículos, entre às 20h e 4h. Para Bernal, a lei foi mais uma do “pacote de maldades” dos vereadores.

Mais custos – Com essa norma, os trabalhadores das operações devem receber adicional noturno, o que vai encarecer os trabalhos e não está previsto nos contratos. Para Bernal, os fornecedores devem querer o realinhamento dos preços e, até isso ser acertado, as ruas ficarão esburacadas por ainda mais tempo.

Decidido – Rinaldo Modesto (PSDB), irmão da vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), disse ontem que ela já tinha decidido que, após a eleição, ela não retornaria à Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), exercendo a partir de agora a função de vice. “Estará ao lado do Reinaldo junto a todas as secretarias”.

Ponto eletrônico – Novas máquinas de registro de ponto eletrônico dos servidores serão adquiridas pelo governo estadual. A informação é da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, que precisou suspender seu sistema por problemas no equipamento.

Mais equipamentos – Um dos meios mais efetivos de controle de presença, o ponto eletrônico começou a ser instalado ano passado pelo governo. Agora, ainda segundo a secretaria, a pasta de Administração está licitando mais máquinas, mas ainda não há prazo para substituição das que já existem.

Tijolo para Trump – Uma loja de Campo Grande resolveu entrar na onda dos ‘memes’ sobre a eleição de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos. Ontem, no Facebook, anunciou promoção de tijolos ao magnata, que durante a campanha prometeu a construção de um muro ao longo da fronteira de seu país com o México.

De olho no TCE – O deputado estadual Flávio Kayatt (PSDB) voltou a dizer que ainda aguarda uma indicação para assumir cargo de conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado). “Gostaria que fosse este ano, mas não adianta apressar, senão não dá certo”, pondera.

Coisa errada – Nas palavras da ministra Cármen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), "alguma coisa está errada na nossa pátria amada”. A afirmação vem depois de ela dizer, em encontro com secretários de segurança, em Goiânia, que um preso custa mensalmente R$ 2,4 mil para os cofres públicos, R$ 200 a mais que um estudante do ensino médio.

(com Leonardo Rocha, Richelieu de Carlo e Mayara Bueno)

Time de Marquinhos garante 'paz' na transição
Sem atritos – A equipe do prefeito eleito Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), tem seguido à risca a orientação do chefe: evitar atritos com Alcides ...
O dia que o transporte andou, andou e não saiu do lugar
Andou, andou – O transporte público foi o assunto predominante na sexta-feira (2) em Campo Grande. A cidade amanheceu com a notícia do novo preço da ...
Pacote anticorrupção retalhado é o "fora, Dilma" da vez
Passa para cá – Senadores reclamam das modificações feitas por deputados no pacote anticorrupção, votado em Brasília. Waldemir Moka (PMDB-MS), por ex...
Reviva Centro esbarra na falta de compromisso da prefeitura
Tamanho do facão – O Governo do Estado já anunciou que precisará conter despesas e, mesmo que não seja em massa, demitir funcionários comissionados p...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions