A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

03/03/2014 16:35

As mil e uma utilidades da mala esquecida no armário

Ângela Kempfer
Malas de diferentes tamanhos são repartidas e viram beliche com a ajuda de bolas de tênis.Malas de diferentes tamanhos são repartidas e viram beliche com a ajuda de bolas de tênis.

Hoje em dia, é tanta criatividade espalhada por blogs de decoração pelo mundo que fica fácil transformar qualquer objeto em móvel, adorno e até casinha de cachorro.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

As malas antigas, daquelas que agora só se encontra por uma pequena fortuna nas lojas especializadas, podem servir de criado mudo ou até prateleira. Mas as de modelo mais recente, que costumam ficar no armário por conta de novidades, também são bacanas e saem do esquecimento para serem destaques em ambientes.

Com uma tinta específica para couro, a mala marrom, por exemplo, fica vermelha e ao ganhar pés da mesma cor se transformar em mesinha de canto. Além de decorativa, também há utilidade quando aberta com espaço para guardar livros.

Quando repartida em duas partes, outra ideia é fazer da mala “beliche” para gatos, projeto que também pode usar peças de diferentes tamanhos (como na foto).

E ainda é possível prender à parede e assim providenciar uma estante. Veja outras alternativas postadas mundo a fora.

Malas mais antigas ganham almofadas e viram bancos.Malas mais antigas ganham almofadas e viram bancos.
Com tinta vermelha, mala agora é mesa.Com tinta vermelha, mala agora é mesa.
Presa à parede, alternativa é criar estante.Presa à parede, alternativa é criar estante.
Sobre a mesa como porta-livros.Sobre a mesa como porta-livros.
Jeito mais conhecido, mas em cor pastel.Jeito mais conhecido, mas em cor pastel.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.