A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

12/05/2016 06:20

Cabeceira velha virou namoradeira em casa que restaura e inventa móveis

Naiane Mesquita
Miguel aceitou o ofício de família aos 18 anos (Foto: Fernando Antunes)Miguel aceitou o ofício de família aos 18 anos (Foto: Fernando Antunes)

Miguel não demora em mostrar as peças que foram garimpadas pela cidade. Nas esquinas por onde ele passa diariamente é que a inspiração está, em formato de cabeceira de cama, esqueleto de guarda-roupa, mesa de centro e até pneu. Tudo vira obra de arte na família Sanches, que aprendeu ao longo dos anos a viver para a restauração de móveis antigos.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

Namoradeira é vendida por R$ 800,00 e feita de cabeceira de camaNamoradeira é vendida por R$ 800,00 e feita de cabeceira de cama

“No início eu não gostava. Quando comecei a ajudar meu pai, e aprender a mexer com móveis, eu preferia o MDF, porque é mais fácil, simples. Depois que fui tomando o gosto pela restauração”, explica Miguel Sanches, aos 33 anos.

O pai, seu Sibério, trabalha com o filho na marcenaria Bom Jesus, na rua 13 de Junho, ajudando com a restauração, enquanto Adilson, outro irmão, é o responsável pela arte na madeira, esculpindo de árvores ate o que for pedido. “Nós somos em cinco irmãos, tirando um que está no Exército, todos mexem com móveis. Um tem outra loja e o outro prefere MDF”, se orgulha.

O pai de Miguel nasceu em Maracaju, mas viveu quase a vida toda em Ponta Porã. Filho de paraguaio, ele tem o sotaque carregado da fronteira. “Há seis anos mantemos esse ponto aqui. Mas fiz isso à vida toda em Ponta Porã, foi onde eu aprendi”, relembra.

Vitrola está em processo de restauração e é xodó de dono (Foto: Fernando Antunes)Vitrola está em processo de restauração e é xodó de dono (Foto: Fernando Antunes)

A mãe brasileira foi quem ajudou a criar os netos. “Eu nasci em Tangará da Serra, mas meu pai me deu para minha avó com três meses. Dai em diante vivi em Ponta Porã. Ele sempre trabalhou em marcenaria, cresci dentro de uma. Quando tinha 17 anos comecei a ajudar meu pai na marcenaria, mas não gostava. Queria servir o exército. Não deu certo, então, tive que trabalhar”, ri com simplicidade.

Hoje, de certa forma, dá graças a Deus ao caminho que acabou trilhando. O ofício virou paixão, que ele mantém com orgulho. “Só faço restauração, nosso negócio é o antigo. Se eu passo em frente a uma casa e vejo algo, não sossego enquanto não tiver a peça. Compro, às vezes alguém doa, mas eu consigo”, fala, determinado.

O irmão de Miguel, Adilson, é quem esculpe na madeiraO irmão de Miguel, Adilson, é quem esculpe na madeira

Foi dessas andanças que ele encontrou a cabeceira de uma cama antiga e a transformou em uma namoradeira. A peça que hoje custa R$ 800,00 foi perdendo valor conforme a crise. “No início custava R$ 1 mil”, descreve. “Dependendo se for uma cama de solteiro dá uma namoradeira de dois lugares, mas dá para fazer maior com a de casal”, descreve.

Para mostrar o trabalho, que acaba sendo restrito a quem gosta desse tipo de arte ou tem apego a algo do passado, Miguel expõe em frente a loja os produtos que estão prontos. “Gosto de organizar bem direitinho, é que esses dias andaram chovendo”, explica.

Dos moveis antigos que ele já teve o prazer de arrumar estão uma vitrola, com mais de 75 anos, o guarda-roupa de idade semelhante e as cadeiras que chegam muito danificadas ao espaço. “Essa vitrola o dono deixou aqui. Ele disse essa idade, mas acredito que possa ser mais velha. Ele tem um ciúmes dessa vitrola”, brinca.

No rol das novidades, tem até mesa de centro de pneu. “Fazemos alguns artigos, tem essa mesa, agora estou procurando os pneus. É diferente, mas tem gente que gosta”, acredita.

 

A Marcenaria Bom Jesus fica na rua 13 de Junho, 2278. Informações pelo telefone (67) 9107- 7988.

Detalhe de namoradeira feita por Miguel Detalhe de namoradeira feita por Miguel



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.