A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

14/12/2015 06:45

De ar neocolonial, casa no Vila Vendas saiu das páginas de revista americana

Paula Maciulevicius
De uma viagem, a dentista Marister Veronezi trouxe a ideia de como queria o lar por fora. (Foto: Fernando Antunes)De uma viagem, a dentista Marister Veronezi trouxe a ideia de como queria o lar por fora. (Foto: Fernando Antunes)

Construída há 15 anos, a casa saiu das páginas de uma revista americana para dar vida à fachada sonhada. No bairro Vilas Vendas, região do Jardim Bela Vista, em Campo Grande, os 400m² de residência são a cara da dona. De uma viagem, a dentista Marister Veronezi trouxe a ideia de como queria o lar por fora e, aos pouquinhos, foi fazendo por dentro também.

Veja Mais
Com filmes não revelados da década de 1950, frei tenta criar museu em mosteiro
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras

"Escolhi a partir de uma fachada que vi numa revista. Não pensei na parte de entro, olhei, gostei e eu tinha esse terreno que se adaptaria bem", explica a dentista.

Foram dois anos de construção que pelas janelas e portas dos quarto e sala, trazem ares da arquitetura neocolonial. Contestada pela dona. "As pessoas acham que é uma casa colonial, mas na verdade peguei de uma casa na Califórnia. O estilo colonial é diferente, apesar de que usar janelas antigas, de demolição", decreve Marister. 

Sala acomoda lareira... Sala acomoda lareira...
E do sofá se vê área externa. (Foto: Fernando Antunes)E do sofá se vê área externa. (Foto: Fernando Antunes)
Estilo da casa lembra o neocolonial, mas veio de uma casa da Califórnia. (Foto: Fernando Antunes)Estilo da casa lembra o neocolonial, mas veio de uma casa da Califórnia. (Foto: Fernando Antunes)
Móvel é de família e pertenceu à bisavó da dentista. (Foto: Fernando Antunes)Móvel é de família e pertenceu à bisavó da dentista. (Foto: Fernando Antunes)

De portas abertas, quem chega se depara com móveis antigos, que vieram da bisavó da dentista. O aparador do hall e a cristaleira da sala. Histórias que ultrapassam 100 anos.

Na sala de estar, sofás acomodam amigos em torno da lareira, que pela falta de frio, não chegou a ser acesa este ano. O pé direito alto de madeira deixa o ambiente ainda mais aconchegante. Mas é na cozinha que estão os xodós da dona da casa. Os pratos na parede amarela relevam lugares por onde ela visitou ao longo dos 15 anos de casa.

"Vou trazendo de onde vou conhecendo, tem Praga, Egito, bastante... É o que deixa a cozinha bem personalizada", avalia a dentista. Por gostar muito de cozinhar e mais ainda de receber visitas, a área de lazer também parece ter saído de revista. Com churrasqueira e piscina, o espaço comporta bem 50 pessoas, mas já recebeu até 300 pelo jardim.

"Se a minha casa é a minha cara? - repete Marister. Sim, porque foi de acordo com o que eu queria. Fui mobiliando aos poucos, trazendo um pouquinho de cada viagem. Uma peça aqui, uma peça lá e foi ficando realmente a minha cara", narra.  

Curta o Lado B no Facebook.

Xodó da dona, pratos são lembranças de viagem expostos na cozinha. (Foto: Fernando Antunes)Xodó da dona, pratos são lembranças de viagem expostos na cozinha. (Foto: Fernando Antunes)
Vista da piscina. Área já recebeu festa com 300 pessoas.  (Foto: Fernando Antunes)Vista da piscina. Área já recebeu festa com 300 pessoas. (Foto: Fernando Antunes)
Churrasqueira para receber os amigos. (Foto: Fernando Antunes)Churrasqueira para receber os amigos. (Foto: Fernando Antunes)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.