A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

18/03/2014 06:26

Em aço, MDF ou acrílico, qualquer desenho cabe na decoração com recorte a laser

Anny Malagolini
Placa em metal foi recortada a laser. (Marcos Ermínio)Placa em metal foi recortada a laser. (Marcos Ermínio)

Na doceria “Doces Momentos”, a placa de aço recortada é um detalhe sutil, só realçado à noite pela iluminação. Mas a peça mostra uma das possibilidades desse material diferente, com poder de transformar um espaço. No lugar daquelas faixas de papel de parede como detalhe, hoje, é uma das versões moderninhas para cumprir função semelhante. 

Veja Mais
Com filmes não revelados da década de 1950, frei tenta criar museu em mosteiro
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras

O projeto das arquitetas Ana Paula Zahran e Norma Dares Ribeiro fez o rendado ganhar forma no aço com corte a laser. Na fachada do prédio, recém ampliado, há tijolos rústicos que contrastam com as grandes janelas de vidro e o mobiliário um pouco retrô, um pouco clássico. A peça em aço é como que um acabamento.

Essa técnica começou a ser utilizada com papel, os equipamentos evoluíram, passaram a cortar outros materiais e hoje é utilizada até na moda. Aquelas caixinhas de MDF para enxovais, por exemplo, são cortadas a laser. 

Placa em MDF é opção menos cara em relação ao metal. (Foto: Cleber Gellio)Placa em MDF é opção menos cara em relação ao metal. (Foto: Cleber Gellio)

Norma sugere que a placa seja usada, principalmente, no hall de entrada, se a ideia for aplicar em residências. Mas o material também pode virar um grande painel para destacar determinado espaço. A arquiteta Ana Paula Zahran diz gostar, inclusive, como cabeceira de cama, mas com estruturas mais leves e mais baratas, como o MDF e acrílico.

Na rua Alagoas, por exemplo, a placa está na fachada da loja de roupas femininas, também em aço, mas com a coloração que remete ao envelhecido. 

O problema é o preço. Além do material que não é barato, para 30 metros de placa, foram gastos na Doces Momentos cerca de R$ 5 mil, segundo o proprietário Rogério kerkhoff. Para destacar o faixa de aço, a decoração foi finalizada com uma fita de led, que pode ser comprada pela internet.

A técnica permite infinitos desenhos. O proprietário da doceria explica que o arabesco foi escolhido para traçar a placa por conta da logo da loja que tem o mesmo detalhe.

Para os recortes nas chapas de aço, madeira ou acrílico, é preciso encontrar uma empresa que faça o serviço a laser. É recomendada a orientação de uma arquiteta para que ela sugira qual o material ideal deve ser usado, de acordo com a ideia da peça de decoração.

Um dos modelos prontos na loja “Plottar” feito em MDF, custa R$ 480,00 e mede 1,20 por 80cm. Mas os preços variam dependendo do desenho, espessura e o tipo de material utilizado.

Na Finorecorte, na rua Arthur Jorge, o serviço também é feito em MDF e Acrílico, mas não há possibilidades de recortar grandes painéis ou trabalhar com o aço. O tamanho máximo é 80cm por 50cm. O preço depende do desenho, quanto mais detalhes, mais caro fica. O valor é fixado por hora de equipamento, que vale R$ 150,00. 

Para a decoração na doceria, foram usados 30 metros de placa. (Foto: Marcos Ermínio)Para a decoração na doceria, foram usados 30 metros de placa. (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.