A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

29/04/2015 06:23

Inspirada nas construções do Sul, casa escondida por arbusto é charme em esquina

Paula Maciulevicius
As tuias da frente escondem casa e também são um convite ao aconchego. (Foto: Fernando Antunes)As tuias da frente escondem casa e também são um convite ao aconchego. (Foto: Fernando Antunes)

Escondida entre arbustos, uma das esquinas da Rua dos Vendas traz o charme da arquitetura do Sul para dentro de Campo Grande. Como nas construções das cidades turísticas gaúchas, a casa é de tijolinhos à vista, com janelas de madeira e vidro, sem muro. A segurança, assim como a delicadeza, está no portãozinho de madeira e na camuflagem do verde das tuias. 

Veja Mais
Com filmes não revelados da década de 1950, frei tenta criar museu em mosteiro
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras

Erguida há 19 anos, a casa foi construída para uma família gaúcha que trouxe do Rio Grande do Sul o arquiteto Julio Cabral. Os moradores usufruíram pouco mais de três meses até terem de ir embora de Campo Grande. Os atuais donos, se apaixonaram logo de cara justamente pelo projeto diferente.

Erguida há 19 anos, a casa foi construída para uma família gaúcha que só morou por 3 meses. (Foto: Fernando Antunes)Erguida há 19 anos, a casa foi construída para uma família gaúcha que só morou por 3 meses. (Foto: Fernando Antunes)
Portãozinho de madeira contrasta com a fachada coberta por arbustos. (Foto: Marcelo Calazans)Portãozinho de madeira contrasta com a fachada coberta por arbustos. (Foto: Marcelo Calazans)
De tijolinho e janelas de madeira e vidro, casa é charmosa quando se consegue olhar. (Foto: Marcelo Calazans)De tijolinho e janelas de madeira e vidro, casa é charmosa quando se consegue olhar. (Foto: Marcelo Calazans)
Por dentro, de qualquer janela se tem a mesma vista: para o verde da frente ou dos fundos. (Foto: Marcelo Calazans)Por dentro, de qualquer janela se tem a mesma vista: para o verde da frente ou dos fundos. (Foto: Marcelo Calazans)
Com abundância em luz natural, decoração explora das janelas.  (Foto: Marcelo Calazans)Com abundância em luz natural, decoração explora das janelas. (Foto: Marcelo Calazans)
Em sala, lareira é destaque no fundo. (Foto: Marcelo Calazans)Em sala, lareira é destaque no fundo. (Foto: Marcelo Calazans)
E quando esfria, é ligada mesmo que poucas vezes ao ano. (Foto: Marcelo Calazans)E quando esfria, é ligada mesmo que poucas vezes ao ano. (Foto: Marcelo Calazans)
Lustre clássico ilumina ambiente. (Foto: Marcelo Calazans)Lustre clássico ilumina ambiente. (Foto: Marcelo Calazans)
Na sala de estar ao lado da de jantar, adegas são convite para conversa de amigos. (Foto: Marcelo Calazans)Na sala de estar ao lado da de jantar, adegas são convite para conversa de amigos. (Foto: Marcelo Calazans)
Da sala, porta de madeira divide interior com a churrasqueira. (Foto: Marcelo Calazans)Da sala, porta de madeira divide interior com a churrasqueira. (Foto: Marcelo Calazans)
Pronta para receber amigos e convidados, área segue o mesmo tom da construção. Madeira e tijolinhos. (Foto: Marcelo Calazans)Pronta para receber amigos e convidados, área segue o mesmo tom da construção. Madeira e tijolinhos. (Foto: Marcelo Calazans)

As tuias da frente são um convite ao aconchego, a sala dá continuidade ao ar do Sul com uma lareira que é ligada sempre que a baixa temperatura resolve dar às caras. O hall de entrada recepciona os visitantes com espelho. No cantinho da porta, um conjunto de malas antigas 'casa' perfeitamente com o ambiente.

As janelas dão para o verde de fora, tanto da frente, quanto dos fundos. O lustre clássico da sala é um dos detalhes, bem como o descer de degraus.

Cheia de salas, a cada cômodo que se chega, degraus dividem um espaço do outro. Na varanda, o verde predomina em contraste com a madeira já desgastada ou mesmo os tijolinhos. Um gazebo coberto de arbustos é o segundo convite da casa: depois de adentrar a residência, ali é perfeito para um chá da tarde.

Nos 482m², a sala de estar, ao lado da de jantar, oferece adegas. Cheia de sofás e poltronas, o mobiliário sugere uma casa que gosta de gente, de receber gente.

À época em que foi comprada, ela ainda não tinha portão. De madeira, tal qual das casas do Sul, ele serve mais para inibir. Um reforço ao circuito interno de segurança.




Muito bonita, mas a frente toda fechada de arbustos assim é como se voce falasse pro assaltante, "me assalta".
 
Max em 29/04/2015 08:02:05
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.